Covid-19: Beiras e Serra da Estrela com aquisição conjunta de equipamentos de proteção e saúde

Os municípios da Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela (CIM-BSE) decidiram estabelecer procedimentos para aquisição conjunta de equipamentos de proteção e de saúde para o combate à pandemia da covid-19, foi hoje anunciado.

A medida foi tomada pelos presidentes dos 15 municípios integrantes da CIM-BSE, numa reunião realizada por teleconferência, na terça-feira, que serviu para “articularem medidas conjuntas de contenção da propagação das infeções por covid-19 na região”.

A CIM-BSE refere em comunicado hoje divulgado que os autarcas acordaram “estabelecer procedimentos para aquisição conjunta de equipamentos de proteção e de saúde necessários ao combate da pandemia” e solicitar “às autoridades competentes a efetiva submissão a controlo sanitário a todas as pessoas que entrem no território pela fronteira terrestre de Vilar Formoso”.

Foi ainda decidido, segundo a nota, “solicitar à autoridade de saúde competente que estabeleça a obrigatoriedade de confinamento, por 14 dias, de qualquer pessoa que, por motivo não profissional, entre no território provindo do estrangeiro”.

Os autarcas reiteraram também o seu “empenhamento” no combate à covid-19 e a “abertura e total disponibilidade dos meios municipais para toda a colaboração com as autoridades de saúde, de segurança e de proteção”.

A CIM-BSE, com sede na Guarda, é constituída por 15 municípios: 12 do distrito da Guarda (Almeida, Celorico da Beira, Figueira de Castelo Rodrigo, Fornos de Algodres, Guarda, Gouveia, Manteigas, Meda, Pinhel, Seia, Sabugal e Trancoso) e três do distrito de Castelo Branco (Belmonte, Covilhã e Fundão).

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou perto de 428 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 19.000.

Em Portugal, há 43 mortes, mais 10 do que na véspera, e 2.995 infeções confirmadas.




Conteúdo Recomendado