Recolha de resíduos recicláveis aumenta nos municípios da Beira Interior

A Resiestrela, empresa que gere os resíduos sólidos em 14 municípios da Beira Interior, registou no último ano um aumento de cerca de 06% na recolha seletiva de materiais recicláveis, anunciou hoje aquele sistema multimunicipal.

Em comunicado enviado à agência Lusa, a Resiestrela explica que, em 2018, recolheu 5.505 toneladas de materiais para reciclagem, o que representa mais 299 toneladas relativamente aos números registados em 2017.

“Tendo sido recolhidas, em 2017, 5.206 toneladas de resíduos de embalagem para reciclagem, em 2018, o quantitativo recolhido pela Resiestrela S.A ascendeu às 5.505 toneladas, tendo aquele acréscimo atingido 03,2% na fileira de embalagens de vidro, 08,3% no fluxo papel/cartão e 05% nos casos das embalagens de plástico/metal”.

Segundo a empresa, estes resultados constituem “o maior crescimento verificado nos últimos anos no sistema”.

A informação também refere que a Resiestrela adquiriu mais 300 conjuntos de ecopontos (embalão, papelão, vidrão e pilhão), que foram colocados nos concelhos que fazem parte do sistema e cujo investimento foi apoiado pelo Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso dos Recursos (POSEUR).

“Esta iniciativa, num investimento total de cerca de 356 mil euros, visa melhorar o nível de serviço prestado pela empresa aos 186.836 cidadãos dos municípios utilizadores do Sistema, aumentando em 28% a disponibilidade de ecopontos para a deposição de papel/cartão, vidro, embalagens de plástico e pilhas usadas”.

A informação acrescenta ainda que a instalação dos 300 novos de ecopontos permite disponibilizar um ecoponto por cada 145 habitantes.

A Resiestrela sublinha ainda que o serviço de recolha porta a porta abrange já as áreas dos municípios da Guarda, Covilhã, Fundão, Belmonte, Penamacor, Sabugal, Celorico da Beira, Figueira de Castelo Rodrigo, Fornos de Algodres, Mêda, Pinhel e Manteigas, tendo, em março de 2019, sido alargados aos concelhos de Almeida e Trancoso.

A Resiestrela tem sede no Fundão, distrito de Castelo Branco, e é responsável pela concessão do sistema multimunicipal de triagem, recolha seletiva, valorização e tratamento de resíduos sólidos urbanos provenientes de 14 municípios da Beira Interior, designadamente Almeida, Belmonte, Celorico da Beira, Covilhã, Figueira de Castelo Rodrigo, Fornos de Algodres, Fundão, Guarda, Manteigas, Meda, Penamacor, Pinhel, Sabugal e Trancoso.




Conteúdo Recomendado