Resiestrela aumenta recolha seletiva de materiais recicláveis

A Resiestrela, sistema multimunicipal de tratamento e valorização de resíduos sólidos urbanos da Cova da Beira que engloba 14 municípios da Beira Interior, registou no último ano um aumento de 1,15% na recolha de materiais recicláveis.

Em comunicado hoje enviado à agência Lusa, a Resiestrela explica que em 2016 recolheu 5.147,24 toneladas de resíduos de embalagem para reciclagem, valor que no último ano subiu para as 5.206,27 toneladas.

A Resiestrela tem em sede no Fundão, distrito de Castelo Branco, e é responsável pela concessão do sistema multimunicipal de triagem, recolha seletiva, valorização e tratamento de resíduos sólidos urbanos provenientes de 14 municípios da Beira Interior, designadamente Almeida, Belmonte, Celorico da Beira, Covilhã, Figueira de Castelo Rodrigo, Fornos de Algodres, Fundão, Guarda, Manteigas, Meda, Penamacor, Pinhel, Sabugal e Trancoso.

O sistema serve atualmente uma população de cerca de 194.000 habitantes e uma área de 6.160 quilómetros quadrados.




Conteúdo Recomendado