ENERAREA estuda boas práticas para impulsionar o uso local da biomassa florestal

Mais de 50 pessoas entre parceiros e especialistas territoriais da Promobiomasse reuniram-se em Lannemezan (Occitânia, França) para avançar na elaboração de um modelo integrado de gestão local do mercado da biomassa.

Nos dias 19, 20 e 21 de fevereiro, os parceiros do projeto SUDOE Promobiomasse onde se inclui a ENERAREA – Agência Regional de Energia e Ambiente do Interior, reuniram num encontro de trabalho no Casino de Capvern de Lannemezan (Hautes-Pyrénées), durante o qual se avaliaram as atuações realizadas no âmbito do projeto e onde se marcaram as linhas de trabalho futuras.

Segundo a ENERAREA, “o Promobiomasse é um projeto de cooperação transnacional que pretende impulsionar o mercado energético da biomassa no território SUDOE (sudoeste da Europa), desenvolvendo um modelo de gestão da oferta e da procura que aplique o conceito de “circuito curto” e resolva os atuais problemas de desestruturação da oferta, minifundismo da propriedade florestal, métodos de exploração pouco eficientes e desconhecimento e insuficiência da procura.”

Os benefícios associados ao desenvolvimento de um mercado energético da biomassa são a redução dos gases com efeito de estufa, bem como a redução da dependência energética exterior. Para além disso, existem outros proveitos relacionados com o desenvolvimento regional, como a criação de emprego local e a valorização de recursos florestais locais, numas regiões que podem chegar a ter um potencial significativo de biomassa hoje pouco explorada.

A implementação de projetos como PROMOBIOMASSE pretende ter um efeito de demonstração nos planos de exploração local dos recursos florestais.

No projeto participam como parceiros o Centre Tecnològic Forestal de Catalunya (CTFC), a sociedade pública do Governo da Navarra, Navarra de Suelo y Vivienda, SA (NASUVINSA), a Agencia Extremeña de la Energía (AGENEX), a Agência Regional de Energia e Ambiente do Interior (ENERAREA), a Communauté de Communes du Plateau de Lannemezan (CCPL), do departamento francês de Hautes-Pyrénées, e a Association des CommunesForestières des PyrénéesAtlantiques (COFOR64), dos Pirenéus Atlânticos, para além de 19 entidades associadas.

Promobiomasse conta com um orçamento de 1.437.000 euros e é cofinanciado a 75% pelo programa InterregSudoe através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER). O programa Interreg SUDOE (abreviatura de Programa de Cooperação Interreg V-B Sudoeste Europeu) apoia o desenvolvimento regional no sudoeste de Europa financiando projetos transnacionais.

Boas práticas e desafios futuros
Durante o encontro que em Lannemezan, foi apresentado um inventário de boas práticas relacionadas com a extração, logística e procura da biomassa do território SUDOE; analisou-se em profundidade os casos de Pyc’en Bois, Base Innovation, um plano de fornecimento territorial, e a exploração de florestas situadas em encostas pronunciadas em Vallées des Gaves; e visitou-se a caldeira de biomassa de Balnéa (Loudenvielle).

Na reunião foi apresentado o site www.promobiomasse.eu e as experiências piloto previstas em cada território avançando-se na metodologia de trabalho do projeto, tanto no que se refere ao Comité Técnico Transnacional, como ao Comité de Especialistas. Estes últimos também tratarão os principais desafios e soluções no campo da extração, a logística e os planos de promoção da biomassa.

Sobre a ENERAREA

A ENERAREA tem como objectivos contribuir para o aumento da eficiência energética, através da utilização racional da energia e da conservação de energias, e para o melhoramento do aproveitamento dos recursos endógenos na Beira Interior.

A área de atuação da ENERAREA abrange toda a área geográfica dos 14 municípios pertencentes à Associação de Municípios da Cova da Beira: Almeida, Belmonte, Celorico da Beira, Covilhã, Figueira de Castelo Rodrigo, Fornos de Algodres, Fundão, Guarda, Manteigas, Meda, Penamacor, Pinhel, Sabugal e Trancoso com cerca de 6.000 km2 e uma população de 220.535 habitantes, podendo no entanto a sua atividade, no todo ou em parte, estender-se a outros municípios e regiões.




Conteúdo Recomendado