Quase 20 concelhos em risco máximo de incêndio no interior norte e centro

Quase duas dezenas de concelhos dos distritos de Castelo Branco, Guarda, Portalegre, Santarém e Faro estão hoje em risco máximo de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera, que prevê uma descida da temperatura máxima.

De acordo com o IPMA, estão em risco máximo de incêndio os municípios de Sabugal (Guarda), Penamacor, Vila Velha de Ródão, Proença-a-Nova, Vila de Rei e Penamacor (Castelo Branco), Nisa, Marvão e Gavião (Portalegre), Mação, Abrantes e Sardoal (Santarém) e Castro Marim, Alcoutim, Tavira, São Brás de Arportel, Loulé, Silves e Monchique (Faro).

O IPMA colocou ainda em risco muito elevado mais de uma centena de concelhos do interior centro e norte e da região sul e em risco elevado dezenas de outros do interior centro e norte do país e toda a região do Alentejo, num dia em que se prevê vento moderado a forte na faixa costeira ocidental e nas terras altas durante a tarde e uma pequena descida da temperatura máxima.

O risco de incêndio determinado pelo IPMA tem cinco níveis, que vão de reduzido a máximo, sendo o elevado o terceiro nível mais grave.

Os cálculos para este risco são obtidos a partir da temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

As temperaturas máximas vão subir ligeiramente, atingindo os 35º (Castelo Branco). Já as mínimas vão variar entre os 12º (Viseu) e os 19º (Faro).




Conteúdo Recomendado