Novo percurso dos Caminhos de Santiago passa na região

A primeira fase, que reconstrói esta “Via Portugal Nascente”, liga Évora a Trancoso, ao longo de 19 etapas e numa distância de 390 quilómetros.

Ontem, o Presidente da Câmara Municipal de Belmonte, António Rocha, recebeu das mãos da Vereadora da Câmara Municipal da Covilhã, Regina Gouveia, o bordão que é uma réplica do bordão da Rainha Santa Isabel, no limite dos dois Concelhos.

O mesmo circula por todo o traçado do “Caminho de Santiago – Via Portugal Nascente” desde o passado dia 4 de maio quando foi apresentado em Évora com a presença do Presidente da República, que acompanhou um grupo de peregrinos durante os primeiros quilómetros deste novo percurso.

Hoje, o bordão segue o percurso para passagem de testemunho ao Município da Guarda. Amanhã, dia 19, o bordão chega ao concelho de Celorico da Beira.

O bordão, que ao longo das 19 etapas que compõem os 390 quilómetros da Via Portugal Nascente do Caminho de Santiago passará de mão em mão por representantes do local em que se encontra, prevendo-se que seja entregue em Trancoso, a 20 de maio.

O projeto conta com o apoio do Turismo de Portugal e de todos os municípios e dioceses envolvidas. A primeira fase, que reconstrói esta “Via Portugal Nascente”, liga Évora a Trancoso, ao longo de 19 etapas e numa distância de 390 quilómetros.

“O objetivo é chegar a Santiago de Compostela pelo interior do país”, num percurso que se baseia “no trabalho de arqueológos e que tenta seguir o mais possível as vias romanas”, explica à Rádio Renascença, João Melo.

O responsável pela Associação Peregrinos Via Lusitana refere que o projeto está dividido em duas fases, “a primeira que liga Évora a Trancoso” e segunda fase que “esperamos esteja concluída no final do ano e que vai fazer a ligação de Tavira a Évora”.




Conteúdo Recomendado