Percursos pedestres na Serra da Estrela em agosto

O Centro de Interpretação da Serra da Estrela – CISE volta a realizar, em julho e agosto, percursos dirigidos a todos os amantes do pedestrianismo, utilizando os percursos pedestres do Parque Natural da Serra da Estrela (PNSE) e a rede de Caminhos de Montanha das Aldeias de Montanha.

Os itinerários propostos são de pequena rota, realizam-se às quartas-feiras, e procuram dar a conhecer a riqueza natural e cultural das Aldeias de Montanha e da serra da Estrela.

No pico do verão, a 7 de agosto, o CISE dá a conhecer a rota da Caniça, um percurso ao longo do vale da ribeira da Caniça, na Lapa dos Dinheiros. Este “caminho de montanha” tem cerca de 7km de extensão e regista uma paisagem montanhosa dominada por soutos, pinhais, lameiros, matos e afloramentos rochosos. Neste percurso merece especial destaque o souto da Lapa, um bosque de castanheiros centenários, que suporta uma elevada diversidade de espécies de fauna e de flora. Na ribeira e sua envolvente, justificam uma referência particular as quedas da Caniça, os Cornos do Diabo e o buraco do Sumo, setor onde o curso de água corre subterraneamente.

Quinze dias depois, a 21 de agosto, a sugestão recai novamente sobre a Rota do Maciço Central e Rede de Percursos do PNSE, desta vez com um itinerário de 7,5 km que segue até à Lagoa Comprida, numa vertente situada a uma altitude superior 1600 metros.

Aqui, na transição entre os andares intermédio e superior da serra da Estrela, encontra-se uma elevada biodiversidade, quer a nível faunístico quer florístico.

A vegetação desta área é dominada, essencialmente, por matos de zimbro e urzes e prados de altitude, podendo ser observadas espécies únicas em Portugal, como o heléboro-branco e a lagartixa-da-montanha.

Destaca-se ainda, que resultado da menor pressão de rebanhos transumantes, nesta encosta é possível encontrar, com uma frequência cada vez maior, bosquetes de pinheiros-silvestres e bétula, bem como um conjunto de espécies associadas, anteriormente pouco comuns a estas altitudes.

Os interessados em participar podem fazer a inscrição on-line (emwww.cise.pt). A participação na atividade está limitada a 11 participantes, realizando-se com um mínimo de 6, e tem um custo simbólico de 10 euros, valor associado ao seguro e transporte.




Conteúdo Recomendado