E o valor dos ativos?!

O valor de um bem, seja um imóvel ou outro, é o seu valor no mercado; o valor que os outros estão dispostos a despender para o adquirirem e tornarem seu. Ou seja, uma avaliação justa é aquela que se aproxima da média do mercado pare esse mesmo bem. Obviamente que o valor dos bens […]


Saborear Um Pouco do Teu Suor

No encadeamento económico contemporâneo, de enorme crise e perturbação universal, é especialmente adequado debater a importância do mercado de habitação.


Portugal, a BI, a Cova da Beira e as Taxas e Políticas de Natalidade

Segundo o Eurostat e diversa imprensa que se fez eco do facto, Portugal registou no ano passado a taxa de natalidade mais baixa da UE, de 7,9 crianças por mil habitantes, inferior à de mortalidade (10,2), contrariando até algum aumento da população na Europa (cf. Eurostat).


“Sismo Demográfico”

O distrito da Guarda não terá hoje mais de 160 mil habitantes e em cada ano perde cerca de 1800 pessoas por ano.


Cerca de 50 mil pessoas

No último fim de semana passaram pela cidade de Pinhel dezenas de milhar de pessoas. Um número assinalável, se considerarmos a densidade populacional da nossa Região.


Subsídios para uma exigente reforma do IRS

Está em curso uma reforma do IRS, iniciada com a nomeação da competente Comissão, da qual se esperam avanços significativos, estando esta expectativa legitimada pela valia dos membros da referida Comissão. Se de algum modo pudéssemos contribuir com o nosso humilde pensamento para o bom êxito de uma reforma, haveríamos de propor alterações na tributação sobre o rendimento que :



Diz-me Em Quanto Tempo Se Faz a Revolução

Contemporaneamente a movimentação de bens, pessoas e conhecimentos alberga uma espessura jamais observada em outro estádio da biografia humana. A conduta das organizações está centrada na racionalidade e eficiência dos fluxos materiais e imateriais.


A emigração dos jovens e a B. Interior – A amargura da procura do primeiro emprego

Segundo os dados do INE e de outras entidades o número de emigrantes portugueses triplicou de 2009 até 2013. Só em 2013 foram 128 mil. Se a estes juntarmos os que saíram em 2008 e 2014 – para abarcarmos o período da atual crise – tiveram que deixar a sua terra para ganhar o seu sustento no estrangeiro cerca de 700 mil portugueses o que dá uma média anual aproximada de cerca de 100 mil habitantes, o equivalente a esvaziar totalmente uma das maiores cidades portuguesas (excluindo Lisboa e Porto)…


Saída da Troika, novo resgate para quando?

Amanhã será anunciada a saída da Troika, significará que as três entidades que nos emprestaram 78 mil milhões de euros em 2011, mediante as condições especiais acordadas com o Governo de então, vão sair e deixar o país auto-governar-se!