2017 na palma da mão

Em 2017 vai afirmar-se fortemente esta tendência, e os “velhos” negócios vão continuar em risco de desaparecerem.


Um imposto extraordinário para o Interior?!

Para terem lugar verdadeiras alterações, no nosso país que está em declínio demográfico em mais de 2/3 da sua área e que tem de voltar a dar esperança às pessoas, vamos precisar de dinheiro.


2027 – pensar a 10 anos

São demasiados “ses”…, ainda assim, para se chegar a uma meta que parecendo boa o não é assim tanto…



Poupar é humanamente impossível

As poupanças são, contudo, necessárias para gerar capital para grandes investimentos e empreendimentos futuros.


Orçamento e Impostos

Os impostos vieram para ficar e vão sendo agravados paulatinamente, com maior ou menor evolução.


BREXIT

Mas chegados aqui, não sabemos como garantir a sobrevivência nem a equidade intergeracional.