Sp. Covilhã derrotado pelo Aves

Um golo solitário de Pedro Pereira devolveu este domingo o Aves às vitórias na 2.ª Liga, diante do Sp. Covilhã, e manteve os avenses na luta pela promoção, a duas jornadas do fim.

O golo que fez a diferença no resultado da 40.ª jornada foi apontado pelo suspeito do costume, Pedro Pereira, melhor marcador da equipa, com 12 tentos, aos 59 minutos, com um remate cruzado, após assistência de Jaime Poulsen. Este triunfo manteve o Aves no sexto lugar, agora com 62 pontos, em lugar elegível para disputar a liguilha, à frente do Portimonense (61), que este domingo goleou o Ac. Viseu, por 4-0, e do Chaves (60), vencedor no reduto do Penafiel, inviabilizando a festa de subida dos rubro-negros.Num jogo equilibrado, disputado por duas formações interessadas em jogar futebol, sem perderem de vista a baliza contrária, o Aves justificou o triunfo pela maior ousadia na segunda parte. O tento de Pedro Pereira, a concluir uma jogada coletiva, quase teve repetição aos 70 minutos, mas Fábio Martins adornou o lance e tentou iludir de calcanhar o guarda-redes iraniano do Covilhã, após jogada de combinação à direita entre Pedro Pereira e o improvisado lateral esquerdo Leandro, face ao castigo a Jorge Ribeiro.Na sequência do lance, Leandro tentou surpreender Haghighi com um chapéu, de fora de área, e o guarda-redes quase era traído pelo seu próprio golpe de vista. Foram os lances mais perigosos do segundo tempo e, a partir daí, o Aves recuou as linhas, procurando segurar a preciosa vantagem, face a um Covilhã que tentou, mas não conseguiu bater Quim.O experiente guarda-redes avense já tinha sido determinante no primeiro tempo, quando uma perda de bola de Romaric, aos 30 minutos, isolou Carlos Manuel, mas Quim ganhou o duelo, dois minutos antes de Pedro Pereira, em iniciativa individual, ter acertado no poste da baliza do Covilhã.




Conteúdo Recomendado