Rede literária sobre Eduardo Lourenço, Vergílio Ferreira e Eugénio de Andrade

A iniciativa tem como principal objetivo “a construção de uma rede em torno dos espaços emblemáticos na vida e na obra” dos três escritores.

Os municípios de Gouveia, Guarda e Fundão vão criar uma rede literária, que incidirá sobre “espaços emblemáticos na vida e na obra” dos escritores Eduardo Lourenço, Eugénio de Andrade e Vergílio Ferreira.

Segundo o município de Gouveia, presidido por Luís Tadeu, o projeto “Ler e Partir: Geografias Literárias de Eduardo Lourenço, Eugénio de Andrade e Vergílio Ferreira” vai ser desenvolvido no âmbito de um protocolo que as três autarquias abrangidas vão assinar, em Gouveia, no dia 01 de março.

A assinatura do protocolo tem como principal objetivo “a construção de uma rede em torno dos espaços emblemáticos na vida e na obra” dos três escritores, estando a Guarda associada a Eduardo Lourenço e a Vergílio Ferreira, a Póvoa de Atalaia – Fundão a Eugénio de Andrade, e Melo – Gouveia a Vergílio Ferreira.

Na nota enviada é também referido que ao projeto cultural se associarão a Casa da Poesia Eugénio de Andrade e a futura Casa da Palavra Vergílio Ferreira, bem como as Bibliotecas Municipais Vergílio Ferreira (Gouveia), Eduardo Lourenço (Guarda) e Eugénio de Andrade (Fundão).

Considerando “a importância e o valor literário” dos três escritores, a autarquia de Gouveia assume que o projeto “reveste-se de uma natureza multipolar, trabalhando o património material e imaterial de cada município, de uma forma complementar, pluridisciplinar e integrada, reforçando o conhecimento dos escritores, que se notabilizaram pela dimensão estética e força comunicativa das suas criações literárias, nomeadamente através de uma perspetiva que se diferencia pela criação de roteiros literários específicos e por uma rede de cooperação cultural intermunicipal”.

O protocolo de constituição da rede cultural “Ler e Partir: Geografias Literárias de Eduardo Lourenço, Eugénio de Andrade e Vergílio Ferreira” vai ser assinado no dia 01 de março, um domingo, pelas 15:30, na Biblioteca Municipal Vergílio Ferreira, em Gouveia, na sessão em que a autarquia de Gouveia também fará o anúncio do vencedor do Prémio Literário Vergílio Ferreira 2020, na categoria de romance.

O Prémio Literário Vergílio Ferreira, instituído pela Câmara Municipal de Gouveia, pretende homenagear o escritor Vergílio Ferreira, “bem como incentivar a produção literária, contribuindo desta forma para a defesa e enriquecimento da língua portuguesa”.




Conteúdo Recomendado