Presidente da Fundação Côa Parque morre aos 44 anos vítima de “doença súbita”

O presidente da Fundação Côa Parque, Bruno Navarro, morreu ontem aos 44 anos de idade, vítima de “doença súbita”, disse à Lusa o diretor Regional de Cultura do Norte, António Ponte.

“Recebi vários telefonemas a confirmarem-me esta triste notícia”, indicou aquele responsável.

Bruno Navarro era presidente do Conselho Diretivo da Fundação Côa Parque, a entidade que gere o Museu e Parque Arqueológico do Vale do Côa, desde 26 de junho de 2017, após nomeação do Ministério da Cultura.

Nascido em Coimbra em 1977, Bruno José Navarro Marçal fez os estudos secundários em Vila Nova de Foz Côa, no distrito da Guarda, e licenciou-se em História pela Faculdade de Letras da Universidade Clássica de Lisboa, onde fez também um mestrado em História Contemporânea.

Doutorou-se depois pela Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova, onde foi professor, exercendo também a docência no Instituto Superior de Ciências Educativas.

Foi ainda investigador no Centro Interuniversitário de História da Ciência e da Tecnologia e no Centro de História da Universidade de Lisboa.



Conteúdo Recomendado