Pinhel reabilita edifício no centro histórico para instalar Biblioteca Municipal

A Câmara de Pinhel, no distrito da Guarda, vai investir cerca de 400 mil euros na reabilitação de um edifício do centro histórico, para instalar a Biblioteca Municipal, foi hoje anunciado.

“Num investimento que se estima rondar os 400 mil euros, a futura Biblioteca Municipal de Pinhel vai ser instalada naquela que é conhecida como a Casa dos Bandarra, paredes meias com a Porta de Santiago (uma das seis portas da muralha de Pinhel)”, segundo a autarquia presidida por Rui Ventura.

O município refere em comunicado que “encontrar uma solução definitiva e condigna para a Biblioteca Municipal de Pinhel era um dos desafios do atual executivo que optou por adquirir um edifício no centro histórico, tendo em vista a sua requalificação e adaptação ao efeito pretendido”.

O projeto de adaptação do imóvel a biblioteca municipal, foi elaborado pelos serviços técnicos da autarquia e aprovado, por unanimidade, na última reunião do executivo.

A autarquia refere na nota que “após um aprofundado estudo da história do edifício, dos seus elementos estruturais e construtivos, bem como das suas características funcionais, o projeto foi desenvolvido respeitando como base todas as características originais do edifício e mantendo as possíveis, atendendo ao estado de conservação”.

Acrescenta que as fachadas “serão apenas rebocadas e pintadas e a pedra de granito existente à vista será mantida”, enquanto no interior as paredes estruturais serão mantidas e consolidadas.

“A parte lateral esquerda do edifício está destinada à zona da administração e a parte lateral direita à biblioteca propriamente dita. O pavimento do Piso 0 será em betão afagado e os restantes em madeira”, acrescenta.

Segundo o município de Pinhel, na intervenção que vai ser realizada, procurou-se “respeitar sempre as características da preexistência, inserindo materiais e formas contemporâneas onde estas não eram possíveis de recuperar, como é o pavimento do Piso 0 e as peças em ferro forja preto”.

“Também houve o cuidado de integrar esta intervenção, ao nível construtivo e de escolha de materiais, com as demais que têm sido feitas no centro histórico de Pinhel, nomeadamente o Posto de Turismo, a Loja de Produtos Endógenos, o Auditório Exterior e a Recuperação das Muralhas do Castelo, tornando-o num todo homogéneo”, remata.

A Biblioteca Municipal de Pinhel, que está integrada na Rede Nacional de Bibliotecas Públicas, funciona atualmente no piso superior do edifício do Mercado Municipal.



Conteúdo Recomendado