Onze concelhos de seis distritos em risco muito elevado de incêndio

No distrito da Guarda, apenas o concelho de Seia apresenta hoje risco máximo de incêndio.

Segundo o IPMA (Instituto Português do Mar e da Atmosfera), onze concelhos dos distritos de Faro, Castelo Branco, Viseu, Porto, Coimbra e Guarda apresentam hoje risco muito elevado de incêndio. Sob risco muito elevado de incêndios estão os concelhos de Vila do Bispo, Aljezur e Lagos (Faro), Mangualde, Nelas, Carregal do Sal e São Pedro do Sul (Viseu), Valongo (Porto), Covilhã (Castelo Branco), Seia (Guarda) e Oliveira do Hospital (Coimbra). De acordo com o IPMA, há também vários concelhos dos distritos de Faro, Évora, Beja, Setúbal, Santarém, Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Aveiro, Viseu, Porto, Viana do Castelo, Braga e Bragança em risco elevado de incêndio. O risco de incêndio determinado pelo IPMA engloba cinco níveis, variando entre reduzido e máximo. O cálculo é feito com base nos valores observados às 13 horas de cada dia da temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação ocorrida nas últimas 24 horas. O IPMA prevê para hoje no continente céu geralmente limpo, vento em geral fraco do quadrante leste, soprando temporariamente moderado no Algarve e nas terras altas, e sendo de noroeste durante a tarde no litoral a norte do cabo Raso, acentuado arrefecimento noturno com condições favoráveis à formação de geada em alguns locais do interior das regiões norte e centro.




Conteúdo Recomendado