Laurent Cousin conquista dupla vitória em Pinhel

A cidade de Pinhel acolheu nos dias 24 e 25 de agosto uma prova do calendário do Campeonato de Portugal de Drift e Taça Internacional para fazer cumprir o título de ‘capital do Drift’.

Milhares de pessoas passaram este fim-de-semana, dias 24 e 25 de agosto, pela zona industrial onde o Município de Pinhel e o Clube Escape Livre organizaram a terceira prova do Campeonato de Portugal e a Taça Internacional de Drift, onde participaram 33 pilotos.

De acordo com uma nota informativa do Clube Escape Livre, a capital do Drift fez jus ao seu nome recebendo a mais completa e qualificada lista de participantes no Campeonato a que se juntaram alguns dos melhores pilotos espanhóis franceses e suíços.

O piloto francês Laurent Cousin foi o primeiro classificado da prova do Campeonato de Portugal de Drift e ganhou a Taça Internacional na categoria PRO. Fábio Cardoso arrecadou a Taça Internacional na categoria SEMI PRO e Nuno Ferreira foi o iniciado em destaque.

O dia de sábado foi marcado pelos treinos livres e qualificações e, “desde logo se notou que os melhores do Campeonato não queriam deixar os seus créditos por mãos alheias e iriam ser o padrão que todos os outros teriam de seguir”, explica fonte do Clube Escape Livre.

No domingo, dia 25 de agosto, depois das Warm UP, as batalhas e as finais foram espetaculares, permitindo às milhares de pessoas espalhadas ao longo do circuito e em várias bancadas, tudo de acesso livre, entusiasmarem-se e aplaudirem os pilotos.

Nos Iniciados a primeira participação de Luís Mendes no Campeonato saldou-se por uma vitória batendo Nuno Ferreira que, com este segundo lugar, reforça a liderança da categoria enquanto na terceira posição se classificava Paulo Pereira.

Em SEMI PRO, Fábio Cardoso não resistiu a João Vieira (Janita), o mais jovem piloto de Drift, e teve que se contentar com a segunda posição à frente de Ricardo Costa.

Na categoria rainha assistiu-se a uma luta Internacional entre Laurent Cousin, um nome consagrado em França, e o atual campeão nacional e líder do Campeonato, Diogo Correia. No final do duelo ditou-se a primeira vitória estrangeira em Pinhel, com Diogo Correia na segunda posição, consolidando assim o primeiro lugar no Campeonato, pois o francês não pontua, subindo à terceira posição do pódio Ermelino Neto.

O embaixador do Drift de Pinhel, Rui Pinto, trouxe à cidade Falcão o seu novo Nissan, no entanto, devido a problemas de juventude, não lhe permitiram ser apurado.

Na Taça Internacional, que refletia os resultados do Campeonato, Laurent Cousin venceu na categoria PRO, Fábio Cardoso na SEMI PRO e Nuno Ferreira foi o iniciado revelação, ele que continua a liderar esta categoria no Campeonato de Portugal.

O trofeu Daniel Saraiva, que o Clube Escape Livre instituiu para premiar o Fair Play entre os pilotos, homenageia e recorda o piloto de Drift da região desaparecido prematuramente e foi entregue a João Vieira, igualmente pela revelação que é já este jovem piloto de 16 anos.

No final Rui Ventura, presidente do Município de Pinhel, mostrou a sua satisfação afirmando que “a aposta no Drift foi a correta e com o Clube Escape Livre vamos continuar a fazer mais e melhor no nosso território”. Acrescentando que “no próximo ano vamos regressar ao figurino da prova do Campeonato durante o dia de sábado e domingo, e a Taça Internacional a realizar na noite de sábado”.

Luis Celinio, presidente do Clube Escape Livre referiu que “o facto de sermos até agora a prova do Campeonato com o maior número de participantes, e a única a receber pilotos estrangeiros, é um orgulho e motiva-nos a continuar neste caminho da promoção e divulgação do Drift em parceria com o Município de Pinhel e a FPAK”.



Fotogaleria


Conteúdo Recomendado