Associação de Juventude de Idanha-a-Nova a caminho do Canadá para representar Portugal

A Ajidanha – Associação de Juventude de Idanha-a-Nova vai representar Portugal no Festival Internacional de Teatro de Saint John, que decorre de 28 de agosto a 1 de setembro.

A obra “À deriva” da companhia de teatro de Idanha-a-Nova será a embaixadora portuguesa no festival Internacional de Teatro de Saint John que conta com peças de seis países: Portugal, Bélgica, República Checa, França, Alemanha e Hungria.

De acordo com a Associação de Juventude de Idanha-a-Nova “é uma honra representar Portugal e estar entre os seis grupos de teatro escolhidos pelo comité deste Festival Internacional”.

Os espetáculos vão ser apresentados no Imperial Theatre, em Saint John, considerado o teatro reconstruído mais bonito do Canadá.

O Festival Internacional de Teatro de Saint John é uma oportunidade para ampliar o reconhecimento internacional do teatro português, da Ajidanha e da peça “À Deriva”, uma das produções teatrais mais bem-sucedidas desta companhia.

“À Deriva” soma já mais de oitenta apresentações, distribuídas por Portugal (Continental e Ilhas), Espanha (e Canárias) e Brasil, tendo já sido distinguida com diversos prémios nacionais e internacionais.

 

Sobre a obra “À Deriva”

Segundo uma nota informativa, o espetáculo consiste numa adaptação livre do texto teatral “Em Alto Mar” de Slawomir Mrozek, a partir do qual se cria uma dramaturgia própria, caracterizada pelo nonsense, pela comédia visual e pela sátira do sistema social e político.

Trata-se de uma história de dois homens e uma mulher perdidos em alto mar, após o que se julga ter sido uma catástrofe natural. O enredo gira em torno da maneira como estes três náufragos, circunscritos ao espaço de uma balsa (jangada) e ao mesmo tempo rodeados pela imensidão do mar, enfrentam o problema da fome.



Conteúdo Recomendado