Exposição “Do Sagrado e do Profano” na Covilhã

A inauguração da exposição decorre no dia 6 de outubro, sábado, no Museu de Arte Sacra da Covilhã, às 16h30.

O Museu de Arte Sacra da Covilhã inaugura no próximo dia 6 de outubro, a exposição de pintura “Do Sagrado e do Profano”, da artista covilhanense Maria Guia Pimpão.

Segundo a crítica de arte Margarida Nunes, “a obra da artista emerge claramente das suas origens, das suas vivências, surgindo num contexto individual, íntimo e claramente comprometido. (…) As temáticas são variadas, mas alguns traços as unem e as identificam: a dignidade do feminino, a ligação do sagrado e do profano como forma de paixão pela dádiva da vida, o amor à terra e às raízes.”

Maria Guia Pimpão nasceu em 1945, na Covilhã. É Mestre em Finanças, Licenciada em Economia e docente aposentada do ISCAC e, atualmente, dedica-se à pintura, ilustração e escrita.

A artista participou em inúmeras exposições individuais e coletivas de âmbito nacional e internacional, estando representada em coleções particulares, em Museus, Câmaras Municipais, Fundações, Igrejas, e no Google Art Project.

Em 2014 e 2018 ganhou a categoria Ouro, no Concurso Bienal Prémio Mário Silva, promovido pela AAAGP (Figueira da Foz).

A mostra de arte contempla óleos sobre tela e será inaugurada no próximo sábado, dia 6 de outubro pelas 16h30.

A mostra estará patente ao público até dia 4 de novembro, no Museu de Arte Sacra da Covilhã e poderá ser visitada de terça-feira a domingo, entre as 10h e as 18h.

A entrada é gratuita.

 




Conteúdo Recomendado