ENERAREA desafia jovens a apresentar projeto inovador

A ENERAREA – Agência Regional de Energia e Ambiente do Interior vai implementar um novo projeto pedagógico, o YEL – Young Energy Leaders, promovido pela RNAE. Esta medida é financiada no âmbito do PPEC 2013-2014 (Plano de Promoção da Eficiência no Consumo de Energia Eletrica), aprovado pela ERSE (Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos).

Segundo o diretor geral da ENERAREA, trata-se «de um projeto que consiste no lançamento de um concurso ao nível das escolas secundárias da nossa região» que passa «pela realização de inquéritos acerca dos comportamentos assumidos pela população escolar, devendo ser identificadas áreas de melhoria e planeadas medidas de reforço das atitudes, hábitos e comportamentos efetivos que promovam a poupança e a eficiência energética». Carlos Santos salienta ainda que, por outro lado, deverão ser elaborados projetos de componente técnica que levem os alunos a trabalhar os aspetos ligados à poupança e eficiência energética de modo prático, mais pedagógico e capaz de motivar à orientação vocacional no campo referido. Este projeto divide-se em duas fases, numa primeira em que será enviado um convite a todas as escolas da área de abrangência da ENERAREA, sendo que as escolas que se inscreverem deverão apresentar os seus projetos a concurso. Posteriormente serão escolhidas as 25 escolas a nível nacional com projetos mais interessantes, na medida em que apresentem um carácter inovador e motivador, com uma distribuição equitativa de escolas entre as várias Agências de Energia que participam neste projeto, a nível nacional. Na segunda fase, essas escolas poderão implementar os seus projetos, dos quais serão escolhidos e premiados os três melhores. Nessa altura, as Agências de Energia e a Equipa de Gestão do YEL efetivarão a sua presença nas escolas através de deslocações às suas instalações com o objetivo não só de esclarecer dúvidas e incentivar o trabalho, mas também de participar nas suas atividades, assumindo-se como oradores em encontros temáticos, pequenas conferências ou quaisquer outras iniciativas propostas e elaboradas pelas escolas. Para mais informações, os interessados poderão consultar o site www.yel.pt. Este projeto irá atribuir até 30 mil euros pelas escolas vencedoras para investimentos em medidas de eficiência energética com o objetivo de reduzirem os custos e o consumo de eletricidade.




Conteúdo Recomendado