Alexandre Gonçalves
15 Abril, 2019

Corpo e Erotismo I

O corpo humano é edificado socialmente e determinado factualmente, ou seja, possui e narra uma história a partir de seus modos de construção, e não a partir das suas dissemelhantes definições e enunciações.

Alexandre Gonçalves
8 Abril, 2019

Noites Sem Madrugada

Torna-se fundamental criar empregos, todavia esses empregos devem ser empreendedores de forma a lograr desestagnar os Concelhos e promover o seu crescimento.

Alexandre Gonçalves
1 Abril, 2019

Densos Véus II

Nas cidades a qualidade de vida está intimamente ligada aos índices de poluição sonora e ambiental, bem como aos catálogos da poluição visual.

Alexandre Gonçalves
25 Março, 2019

Densos Véus I

A publicidade ao fazer parte integrante da paisagem urbana acaba por ser compreendida, de forma consciente ou inconsciente, pela população.

Alexandre Gonçalves
18 Março, 2019

Dia Mundial da Poesia

Dois poemas para assinalar o Dia Mundial da Poesia: Órfão e Mistério.

Alexandre Gonçalves
11 Março, 2019

Basta Um Parágrafo Teu e o Chão Começa a Ceder

A maldição do politicamente correcto precisa seguramente de ser pelejada, uma vez que a mesma procura demolir uma das configurações mais importantes do ser humano, o pensamento individual.

Alexandre Gonçalves
4 Março, 2019

Como Estrelas de Cinema Nas Praias da Eternidade II

Os géneros literários e os cânones religiosos que fazem referência à existência de milagres devem presentear-nos com a sua própria tradução daquilo que compõe um milagre.

Alexandre Gonçalves
25 Fevereiro, 2019

Como Estrelas de Cinema Nas Praias da Eternidade I

Os milagres profundamente associados à ressurreição, multiplicação e cura acabaram por ter uma longevidade balizada quanto às suas “benfeitorias”.

Alexandre Gonçalves
18 Fevereiro, 2019

Um Barco Sem Leme, Um Corpo Sem Bússola II

Os crescentes desequilíbrios sociais e económicos acarretam resultados desvirtuados para a humanidade.

Alexandre Gonçalves
11 Fevereiro, 2019

Um Barco Sem Leme, Um Corpo Sem Bússola I

O homem pelejando contra quimeras e fantasmagorias, e idealizando imagens, fantasias e sonhos edifica sistemas, estruturas e doutrinas apropriadas às “modernas intelectualidades”.