Alexandre Gonçalves
8 Outubro, 2018

Desarranjar o Pesadelo III

Torna-se complicado saber a forma como estes medicamentos ingressam na cadeia legal, pois existem diversos intermediários como sejam: os distribuidores; os importadores paralelos; e as farmácias.

Alexandre Gonçalves
1 Outubro, 2018

Desarranjar o Pesadelo II

Os medicamentos contrafeitos podem não conter todas as substâncias activas previstas e, em certos casos, até conter substâncias perigosas.

Alexandre Gonçalves
24 Setembro, 2018

Desarranjar o Pesadelo I

Para a Organização Mundial de Saúde (OMS), os medicamentos falsificados patenteiam uma incorrecta apresentação da sua identidade, origem ou história.

Alexandre Gonçalves
17 Setembro, 2018

Guitarra Sem Fado III

A sinistralidade somente diminuirá se apostarmos na prevenção.

Alexandre Gonçalves
10 Setembro, 2018

Guitarra Sem Fado II

Todos sabemos que o excesso de velocidade é uma das maiores causas da sinistralidade e mortalidade nas estradas.

Alexandre Gonçalves
3 Setembro, 2018

Guitarra Sem Fado I

Pelo facto de a localização dos radares móveis não ser previamente anunciada aos condutores, muitos cidadãos apelidam esse meio de fiscalização de traiçoeiro, proditório, doloso e desleal.

Alexandre Gonçalves
27 Agosto, 2018

Rua de Sentido Único, Mas Sem Direcção IV

A violência apresenta-se não só em configurações directas e estruturadas, como também em formatos indirectos, oblíquos e supostamente voluntários.

Alexandre Gonçalves
20 Agosto, 2018

Rua de Sentido Único, Mas Sem Direcção III

Infelizmente, o crime organizado transnacional acaba por ser responsável pela conservação da economia em inúmeras Nações

Alexandre Gonçalves
13 Agosto, 2018

Rua de Sentido Único, Mas Sem Direcção II

As profundas disparidades sociais, o sistema de encadeamentos sociais altamente assimétrico e as políticas económicas vigorantes sentenciaram milhões de cidadãos a viver na pobreza e na marginalização social.

Alexandre Gonçalves
6 Agosto, 2018

Rua de Sentido Único, Mas Sem Direcção I

As organizações criminosas empresariais são compostas por sujeitos que criam instituições financeiras fictícias, nas quais são executados procedimentos ilegais referentes aos paradigmas financeiros e económicos.