Trancoso com dois fins de semana de mercados

Este ano, a Feira de São Bartolomeu não se realiza devido à pandemia da Covid-19 e em alternativa o município de Trancoso decidiu organizar dois fins de semana de mercados.

O objetivo é contribuir para dinamizar a economia local entre esta sexta-feira e domingo e depois de 14 a 16 de agosto. O ponto de partida é o mercado das sextas-feiras e replicar a sua dinâmica e atratividade por mais dois dias. Além da centena de feirantes e vendedores que marcam presença semanalmente na “cidade de Bandarra”, esta iniciativa inédita e excecional contará também com uma área dedicada à maquinaria agrícola em que estarão representados oito stands das principais marcas representadas no distrito da Guarda. No campo da feira haverá também um setor reservado aos stands de automóveis, estando inscritos cinco concessionários e empresas de usados. Tal como no mercado semanal, os feirantes estão isentos o pagamento das taxas cobradas nestes seis dias de feira.

Segundo o Presidente da Câmara Municipal de Trancoso, Amílcar Salvador, o regresso faseado do mercado às sextas-feiras tem sido uma atividade «muito importante para a economia de Trancoso» e foi «para os agentes locais». O autarca recorda que é «dos maiores da região, é extremamente importante para dinamizar a economia e por isso acreditamos que, alargando a sua duração numa época em que temos muitos emigrantes na região, se vai gerar mais retorno e será uma alavanca para o comércio local». O presidente trancosense acrescenta que o espaço onde se realiza é «excelente e permite que as pessoas possam cumprir algum distanciamento». De resto, Amílcar Salvador justifica que só se avançou para este formato depois de reunir com a delegada de saúde, a GNR e a proteção civil: «Concluímos que os mercados têm estado a correr bem, não tem havido contaminação nem outros problemas porque vendedores e clientes estão a cumprir as regras emanadas pela Direção-Geral da Saúde. Aliás, desde 12 de abril que não registámos mais nenhum caso de Covid-19 no concelho», afirma o edil.




Conteúdo Recomendado