Recluso com tuberculose na cadeia de Castelo Branco

O homem foi transferido para o Hospital Prisional São João de Deus, em Caxias.

Um recluso do Estabelecimento Prisional de Castelo Branco foi diagnosticado com tuberculose após exames no Hospital Amato Lusitano.

O caso deixou alarmados os reclusos, bem como guardas prisionais e funcionários da cadeia albicastrense que contactaram com o doente, mas fonte da Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais assegura que “são periodicamente rastreados e não há indicação de qualquer outra situação” de tuberculose.




Conteúdo Recomendado