Novos investimentos na Covilhã

A câmara municipal da Covilhã aprovou, na última reunião privada do executivo, a alienação de dois lotes de terreno na zona industrial do Tortosendo destinados à instalação de duas novas empresas naquele espaço e que, no seu conjunto, vão permitir a criação de uma centena de novos postos de trabalho.

O primeiro lote foi alienado à empresa “Benoli”, que atualmente já labora no Tortosendo e que, de acordo com o presidente da autarquia, vai concentrar agora no parque industrial uma nova unidade de produção, criando 90 novos postos de trabalho “esta empresa vai criar uma nova unidade no parque industrial, eu já tive oportunidade de olhar para o projeto e pude constatar que vai ter linhas de trabalho muito avançadas do ponto de vista tecnológico e será uma das melhores unidades da Europa neste ramo; esta empresa faz várias sub-contratações no norte do país e pretendem agora concentrar tudo no Tortosendo, sendo que numa fase inicial vão ser criados 90 postos de trabalho e numa fase seguinte outros tantos”.

Vítor Pereira acrescenta que a outra empresa que se vai instalar na zona industrial é a “Beira Cereal” que vai também criar uma dezena de novos postos de trabalho “é um investimento de um milhão de euros, num setor em que a Covilhã não tem grandes tradições mas estamos agora a entrar nesse domínio que é o agroalimentar; é uma silagem com outros componentes que lhe estão agregadas e também com a criação de dez novos postos de trabalho e que é um importante investimento que vai ser feito naquele parque”.

No final da reunião o autarca covilhanense garantiu ainda que nos próximos dias vai convocar uma conferência de imprensa para apresentar um conjunto de novas empresas que vão instalar-se naquele concelho.




Conteúdo Recomendado