Município de Manteigas com orçamento de 7,7 milhões de euros para 2021

A Câmara de Manteigas aprovou um orçamento para este ano no valor de 7,7 milhões de euros, que contempla o início do projeto do Pavilhão Multiusos e o estudo do teleférico das Penhas Douradas, foi hoje anunciado.

O orçamento, que é superior ao de 2020, que foi no valor de sete milhões de euros, foi aprovado por maioria pelo executivo municipal presidido por Esmeraldo Carvalhinho (PS) e pela Assembleia Municipal.

Segundo o autarca, este ano, a autarquia pretende iniciar “um conjunto de estudos e projetos que permitam, de forma mais eficaz, divulgar e promover as atividades locais”.

“Iniciar-se-á o processo de definição do local para a construção do necessário Pavilhão Multiusos e respetivo projeto de construção, bem como o estudo de expansão (2.ª fase) do Parque Urbano da Várzea, que permita o aproveitamento hídrico para fins lúdicos”, refere Esmeraldo Carvalhinho no texto de apresentação do orçamento.

Para este ano, o autarca também destaca a realização do estudo de viabilidade técnica do teleférico Manteigas – Penhas Douradas, que já está adjudicado.

“É um orçamento de finalização de projetos que já vêm de trás e de perspetiva de novos projetos, como o projeto de construção do Pavilhão Multiusos, porque há absoluta necessidade de um equipamento deste tipo para fazer face à evolução económica e social do concelho”, disse Esmeraldo Carvalhinho à agência Lusa.

O município tem para este ano “um plano de atividades audacioso”, que inclui “um conjunto de projetos” a candidatar ao próximo quadro financeiro europeu, acrescentou.

“O rumo traçado mantém a aposta firme em fazer de Manteigas um ‘Concelho de Excelência Turística’, contribuindo para a continuação da fixação de tecido empresarial nessa área, sem descurar os restantes setores, em particular o aproveitamento sustentável dos recursos naturais, respeitando sempre os valores ambientais de Manteigas e sua necessária preservação”, defende o autarca.

“Novos investimentos, em conjunto com a consolidação de projetos já existentes, irão contribuir para o crescimento de postos de trabalho e consequente aumento da população, inclusive com o regresso da diáspora, como já está a acontecer”, vaticina.

No setor do turismo, o município prevê a aprovação de candidaturas na área da animação e dinamização cultural e dos projetos do “Passadiço do Zêzere – Manteigas” e da “Requalificação da Envolvente Urbana da Fonte Santa – Manteigas”.

A Câmara Municipal de Manteigas, no distrito da Guarda, também assegura que não deixará “para trás aqueles que mais penalizados forem com os efeitos da pandemia covid-19”.

“Para isso, o orçamento contempla rubricas específicas quer para apoio às famílias mais atingidas, quer para as empresas que drasticamente viram a sua atividade reduzida”, segundo o seu presidente.

Na ação social, a autarquia prossegue com programas de apoio à natalidade, à constituição de família/fixação da residência e à aquisição de medicamentos.

O município de Manteigas mantém os programas “Manteigas Pró-Emprego” e “Manteigas Empreende+”, para a criação de postos de trabalho, entre outras medidas.



Conteúdo Recomendado