Mais de 130 participantes de Enduro em Gouveia

O Grande Prémio de Portugal de Enduro, terceira prova do circuito mundial, que se vai disputar em Gouveia entre 15 e 17 de maio, vai contar com a participação de 130 pilotos nas diversas categorias.

Apresentado na sede da Federação de Motociclismo de Portugal (FMP), em Lisboa, o evento terá provas das categorias E1, E2, E3, juniores, jovens e classe femininas.

No Parque Senhora dos Verdes, além das três ‘especiais’ que pontuam para o ‘ranking’ mundial, a organização apostou numa classe aberta a pilotos nacionais com licença da modalidade de enduro ou geral, que tem como objetivo a promoção desta disciplina, proporcionando novas experiências aos pilotos nacionais.

“É um evento de nome mundial, para a federação é importante a internacionalização dos nossos pilotos, num município como Gouveia, local de excelência para a prática da modalidade a nível mundial”, disse o presidente da FMP, Manuel Marinheiro.

Para Luís Tadeu Marques, presidente da Câmara Municipal de Gouveia, o GP de Portugal terá uma “relevância fundamental” na localidade permitindo “uma grande visibilidade ao município”, através de “um evento de renome mundial”.

Em consonância com o autarca, esteve José Brito, diretor da prova, que se mostrou confiante no êxito da do GP Portugal.

“Tudo está a decorrer dentro da normalidade, estamos a preparar uma grande etapa do campeonato do mundo, temos expetativas elevadas e acredito no sucesso da competição a todos os níveis”, explicou o diretor, deixando um apelo ao público para que “respeite as informações fornecidas pela organização”.

A organização do GP Portugal, que terá um prólogo na sexta-feira e um traçado de 50 quilómetros a percorrer por quatro vezes tanto no sábado como no domingo, espera ter mais de 40 mil pessoas a assistir à prova.




Conteúdo Recomendado