João Morgado ganha Prémio Literário Manuel da Fonseca

Com a obra “Contos de Macau” venceu por unanimidade a 13.ª edição do Prémio Nacional de Conto Manuel da Fonseca.

A obra “Contos de Macau”, da autoria de João Morgado, venceu por unanimidade a 13.ª edição do Prémio Nacional de Conto Manuel da Fonseca, instituído pela Câmara de Santiago do Cacém, no distrito de Setúbal.


Segundo o júri, trata-se de “uma obra de grande lirismo. As narrativas dos vários contos deixam transparecer uma elevada qualidade estética e um excelente domínio da linguagem. A atmosfera da cultura oriental está muito bem representada, seduzindo a atenção do leitor”.


Para além de outras distinções, este é já o nono prémio literário do autor, distinguido nas áreas do romance, poesia e conto.


O Prémio Nacional de Conto Manuel da Fonseca, de caráter bienal, procura distinguir uma coletânea de contos originais, escritos em língua portuguesa, por autor natural de qualquer país que integre a comunidade lusófona. Este ano, segundo a autarquia, foram admitidos a concurso 96 obras literárias originais de autores lusófonos.


A cerimónia de entrega do prémio ao vencedor, que assinou sob o pseudónimo ‘Liang’, está marcada para o dia 17 de outubro na Biblioteca Municipal Manuel da Fonseca, em Santiago do Cacém.


O Prémio Nacional de Conto Manuel da Fonseca, instituído em 1995, presta homenagem a um “grande escritor” e “figura incontornável da literatura portuguesa”.



Conteúdo Recomendado