Habitantes de Aguiar da Beira participam em espetáculo de teatro de rua

A vila de Aguiar da Beira recebe no sábado o espetáculo de teatro de rua “A fuga das freiras. Quem conta um conto …”, que é baseado na lenda da Senhora da Lapa e envolve os habitantes.

O espetáculo comunitário, promovido pela Câmara Municipal de Aguiar da Beira e encenado pelo Trigo Limpo Teatro ACERT, de Tondela, será representado a partir das 21h30, no Largo dos Monumentos.

A autarquia de Aguiar da Beira refere, em comunicado hoje enviado à agência Lusa, que “está de regresso o espetáculo cultural mais emblemático e marcante realizado no concelho”.

Segundo a fonte, trata-se de um espetáculo “que associa a lenda da origem da imagem de Nossa Senhora da Lapa ao concelho e conta a história da invasão das terras de Aguiar pelos mouros e a martirização das religiosas que, conseguindo algumas escapar, levaram a imagem para a Lapa”.

O município, presidido por Joaquim Bonifácio, convidou o Trigo Limpo Teatro ACERT para encenar novamente o espetáculo que foi representado pela primeira vez, no mesmo local, em setembro de 2015, no âmbito das comemorações do Dia Internacional do Turismo.

“A ideia começou a germinar em 2015, cresceu e deu origem a um grande exemplo de projeto cultural e a um momento marcante no panorama cultural concelhio. Repetiu-se em 2018. Só assim a cultura deve ser entendida e trabalhada. Trazer grupos de fora, de renome nacional, mas que deixem semente, raízes no concelho”, refere a fonte.

A autarquia considera mesmo tratar-se do espetáculo “mais marcante do panorama cultural” local, devido ao envolvimento de todas as associações culturais do concelho.

Tirando a encenação e a dramaturgia, o som e a luz, todo o espetáculo foi realizado com “gente” (atores, músicos e figurantes) da terra, envolvendo mais de centena e meia de participantes, adiantou à Lusa fonte do município de Aguiar da Beira.

A produção teatral, que este ano inclui “novas personagens e um guião completamente renovado”, está a ser preparada desde maio.

O espetáculo tem uma duração aproximada de 50 minutos e um custo estimado de cerca de 20 mil euros.

O município de Aguiar da Beira, no distrito da Guarda, assume que foi um “orgulho” ter investido numa iniciativa desta natureza, “por todo o envolvimento/formação da comunidade local, pelo inúmero público que assistiu [nas edições anteriores] e pela promoção do concelho a nível regional e nacional”.

A autarquia prevê que o espetáculo seja visto por “cerca de 500/600 pessoas” do concelho de Aguiar da Beira e dos municípios limítrofes.




Conteúdo Recomendado