Fábrica de ‘pellets’ investe oito milhões de euros em Proença-a-Nova

O presidente da Câmara de Proença-a-Nova afirmou esta segunda-feira à agência Lusa que o parque empresarial local vai receber uma unidade fabril de ‘pellets’, num investimento de oito milhões de euros.

“A unidade fabril de ‘pellets’ já está aprovada, sendo que o investimento é de oito milhões de euros e irá criar duas dezenas de postos de trabalho”, afirmou o presidente deste município do distrito de Castelo Branco, João Lobo.

Tal como a lenha, os Pellets são produzidos com resíduos de madeira natural com o formato de pequenos cilindros de madeira.

O autarca adiantou que a nova unidade industrial vai ficar instalada no Parque Empresarial de Proença-a-Nova (PEPA) e que as obras devem arrancar durante o segundo semestre de 2018.

“Os investidores são oriundos da Figueira da Foz. A previsão é que no segundo semestre do ano avancem com as obras”, disse.

João Lobo realça a captação de mais um investimento significativo para Proença-a-Nova e sublinha que se trata de mais uma empresa, cuja instalação é, não só importante para o concelho, como para toda a região.




Conteúdo Recomendado