6ª edição da Eco-Raia com mais de 40 mil visitantes

A feira transfronteiriça decorreu no passado fim de semana, em Salamanca.

O evento desenvolveu-se no âmbito do Projeto BIN-SAL Empreeende que foi candidatado ao Programa Operacional INTERREG V-A Espanha -Portugal e está inserido nas atividades da Comunidade de Trabalho BIN-SAL AMCB – Diputación de Salamanca.

No recinto de feiras em Salamanca estiveram presentes mais de 100 produtores portugueses e espanhóis que tiveram, mais uma vez, a oportunidade de expor, dar a conhecer e comercializar os seus produtos.

De entre os expositores podiam encontrar-se produtos agroalimentares caseiros e ecológicos dos dois países e artesanato típico das duas regiões transfronteiriças.

Vinhos; lacticínios e derivados; azeites; enchidos: produtos secos: farinhas e derivados; marmeladas e conservas foram alguns dos produtos mais procurados.

A AMCB – Associação de Municípios da Cova da Beira pretende com esta iniciativa “ajudar os produtores/empresários a entrarem no mercado ibérico e desta forma potenciarem o seu negócio.”

Desde os produtores, artesãos, instituições e escolas de hotelaria que fizeram demonstrações (showcooking) de pratos de referência nacional, todos maravilharam o público espanhol e nacional que por ali passaram com as suas iniciativas.

Segundo a organização, “esta feira contribui em larga medida para o processo de dinamização, modernização, internacionalização e diversificação do setor agroalimentar e turístico da região da Beira Interior e da Província de Salamanca”.
Este ano, para além da exposição de produtos regionais, a Eco-Raia ofereceu também outro tipo de atividades como showcooking da cozinha salamantina pela Escola de Hotelaria Santa Marta; showcooking da cozinha portuguesa protagonizados pelas Escolas de Hotelaria de Manteigas, Fundão e Instituto Politécnico da Guarda e ainda um showcooking de cozinha de fusão luso-espanhola.

A Feijoca de Manteigas e produtos típicos de Celorico da Beira foram outros dos destaques nesta demonstração da cozinha portuguesa.

Um magusto à portuguesa com castanhas assadas e jeropiga e ainda uma degustação de porco no espeto culminaram esta mostra da gastronomia lusa.

Também a música tradicional portuguesa e espanhola marcarão presença neste evento.

O presidente da Associação de Municípios da Cova da Beira, José Manuel Biscaia, considera que “é importante que se aposte cada vez mais no crescimento da produção regional e nacional no setor agrícola e rural, especialmente porque a nossa região é riquíssima em recursos endógenos, que devem ser aproveitados. Hoje ainda continuamos a sentir os efeitos de uma conjetura económica desfavorável e é fundamental  procurar-mos ações de forma a apoiar o empreendedorismo, nomeadamente para os jovens agricultores e, ao mesmo tempo, dinamizarmos as atividades já existentes.”

 




Conteúdo Recomendado