Câmara da Guarda aprova contração de “empréstimo de gestão” no valor de 19 ME

A Câmara Municipal da Guarda decidiu hoje proceder à contração de um empréstimo, no valor de 19 milhões de euros, para substituir outros em vigor e que em 15 anos permitirá poupar 1,6 milhões de euros.

A decisão foi hoje tomada por maioria, com a abstenção dos dois vereadores do PS, na reunião do executivo liderado por Álvaro Amaro (PSD/CDS-PP), realizada na sede da Junta de Freguesia de Alvendre, naquele concelho.

Segundo Álvaro Amaro, a contração do empréstimo, para aplicação na liquidação antecipada de outros empréstimos da autarquia, vai gerar, já em 2016, “uma poupança de 239 mil euros”.

“Nos 15 anos [de vigor do novo empréstimo] pouparemos 1,6 milhões de euros”, acrescentou o presidente da Câmara Municipal da Guarda.

O “empréstimo de gestão” hoje aprovado e que vai ser submetido à próxima reunião da Assembleia Municipal pretende substituir outros empréstimos existentes relacionados com o saneamento financeiro da autarquia e com o Programa de Apoio à Economia Local (PAEL).

Durante a discussão do assunto, Álvaro Amaro referiu que a contratação do empréstimo junto de uma única entidade bancária ainda necessita de visto do Tribunal de Contas.

O vereador Joaquim Carreira justificou a abstenção dos dois eleitos do PS na votação da proposta por se tratar de “um assunto de gestão” do executivo liderado por Álvaro Amaro.

Na sessão de hoje, entre outros assuntos, a autarquia da Guarda também decidiu vender em hasta pública 10 apartamentos do bloco habitacional denominado “prédio POLIS”, localizado no Rio Diz, e lançar o concurso público para a constituição do direito de superfície destinado à reabilitação, ampliação, exploração e gestão do edifício do antigo matadouro municipal.

No período de antes da ordem do dia, o presidente Álvaro Amaro anunciou que foi aberta a votação pública, via internet, dos projetos propostos no Orçamento Participativo para 2016.

Estão em votação, até 31 de março, os projetos de recuperação da capela do Solar de Póvoas, de recuperação do chafariz da Dorna e de intervenção/Espaço Jovem, no Parque Municipal.

A obra mais votada na plataforma ‘online’ do município será levada a cabo pela Câmara da Guarda ainda este ano, tendo em conta a existência de uma dotação global de 20 mil euros, prevista nas Grandes Opções do Plano para 2016.



Conteúdo Recomendado