Autarquia da Covilhã investe 1,5 ME na beneficiação da EM 512

A Câmara Municipal da Covilhã deliberou na reunião do passado dia 23 de maio a abertura de concurso público para a obra de beneficiação da EM 512, entre o Rio Zêzere e a Barroca Grande.

A obra, que tem por base um orçamento de 1 milhão e 500 mil euros, inclui o ramal EM 512-1 até ao concelho do Fundão e terá um prazo de execução de cerca de um ano. Trata-se de uma empreitada totalmente paga pelo município. O Presidente da Câmara da Covilhã destaca a importância desta intervenção, quer pelo esforço financeiro que representa, quer pelo significado que tem junto da população do sul do concelho. Esta infra-estrutura implica trabalhos de regularização da largura da plataforma, drenagem, aplicação de tapete de alcatrão; railes metálicos; aplicação de sinalização e substituição de conduta de abastecimento de água.

Com o início desta obra os responsáveis pela autarquia pretendem dar um sinal de investimento numa zona que tinha vindo a ser descurada em detrimento de outras áreas. Num período de fortes condicionamentos financeiros, esta é uma intervenção que irá permitir criar dinâmica e factores de competitividade nas localidades abrangidas pela nova via.




Conteúdo Recomendado