Sistema multimunicipal de resíduos sólidos da Cova da Beira renova certificação de qualidade

http://www.noticiasdacovilha.pt/pt/artigos/show/scripts/core.htm?p=artigos&f=show&lang=pt&pag=&area=2&idseccao=9&idartigo=614

A Resiestrela, empresa responsável pela gestão do sistema multimunicipal de resíduos sólidos urbanos da Cova da Beira, anunciou hoje que renovou a certificação do seu sistema integrado de gestão da qualidade, ambiente e segurança, higiene e saúde no trabalho.

“O facto de pelo sexto ano consecutivo ter sido mantida a certificação da Resiestrela comprova o comprometimento da empresa e o empenho dos seus colaboradores no cumprimento das melhores práticas no que respeita às questões da qualidade do serviço prestado, de proteção do ambiente e no cumprimento de regras de segurança, higiene e saúde no trabalho”, é referido em nota de imprensa hoje enviada à agência Lusa.

Citado na nota, o diretor-geral da Resiestrela, Carlos Pais, sublinha igualmente que tal “significa também que os conceitos e ferramentas que permitem lidar com estas matérias na atividade operacional da Resiestrela estão perfeitamente integradas nas tarefas quotidianas desempenhadas pelos colaboradores, constituindo uma mais-valia muito importante no desempenho económico, ambiental e social da empresa”.

A empresa explica ainda que “a renovação da certificação foi obtida após a entidade certificadora TÜV Rheinland Portugal ter realizado a necessária auditoria anual para a comprovação da Certificação da Resiestrela, atribuída no âmbito das Normas NP EN ISO 9001:2008 – Qualidade, NP EN ISO 14001:2004 – Ambiente e OHSAS 18001:2007 – Segurança, Higiene e Saúde no Trabalho”.

“Esta entidade comprovou assim o êxito das estratégias e procedimentos da Resiestrela que têm permitido uma melhoria contínua do desempenho da empresa nas áreas em causa”.

De acordo com a nota, a certificação envolve todos os processos e atividades da Resiestrela (gestão, valorização e tratamento de resíduos sólidos, recolha e processamento de materiais recicláveis, produção de energia elétrica, procedimentos administrativos e financeiros, entre outros) e abrange a totalidade das suas instalações.

Segundo o comunicado, sendo a proteção do ambiente uma das bases da atividade da Resiestrela, “a certificação torna-se uma ferramenta indispensável para a prevenção da poluição, através da utilização recorrente das melhores técnicas disponíveis e das melhores práticas utilizadas no setor da gestão de resíduos sólidos”.

“Ciente do desafio que constitui assegurar uma prestação de serviços de qualidade, com respeito pelos fundamentos éticos de ordem social, económica e ambiental, e merecedora do reconhecimento dos seus clientes, acionistas, colaboradores, fornecedores e das populações que serve, a Resiestrela S.A. pretende ser uma referência empresarial na Cova da Beira e na Beira Interior Norte, contribuindo para o desenvolvimento sustentável e para a melhoria das condições económicas e de qualidade de vida da região”, acrescenta.

A Resiestrela, S.A. é responsável pela concessão do sistema multimunicipal de triagem, recolha seletiva, valorização e tratamento de resíduos sólidos urbanos provenientes de 14 municípios, designadamente Almeida, Belmonte, Celorico da Beira, Covilhã, Figueira de Castelo Rodrigo, Fornos de Algodres, Fundão, Guarda, Manteigas, Meda, Penamacor, Pinhel, Sabugal e Trancoso.

O sistema serve atualmente uma população de cerca de 194.000 habitantes e uma área de 6.160 quilómetros quadrados.




Conteúdo Recomendado