51 restaurantes da região concorrem ao “Melhor Arroz de Portugal”

A receita da Pensão Aliança, na Guarda, tem como protagonista o bucho e deve continuar no menu após o concurso.

O bucho da Guarda e os espigos de couve são dois dos ingredientes do prato com que a Pensão Aliança concorre ao “Melhor Arroz de Portugal”. O restaurante guardense é um dos 51 candidatos da região a vencer o concurso da Unilever, que decorre até 4 de maio e visa promover a marca Knorr junto dos seus clientes.  O arroz de bucho da Guarda, confecionado por Ricardo Carola, foi um dos premiados na primeira semana de votação (12 de março), tal como o restaurante As Tílias, do Fundão, que participa com o arroz exótico aromatizado com alecrim e pataniscas mistas polvo/bacalhau. O prato da Pensão Aliança destaca-se pelos produtos tradicionais usados, uma «preocupação» do cozinheiro quando decidiu o que fazer: «Acho que a Guarda não tem uma gastronomia bem definida, tirando a morcela e o cabrito, e nós quisemos também dar a conhecer as coisas boas que temos», adianta Ricardo Carola. A aposta passou pelo bucho, que «é um produto que se confeciona mais na Páscoa e nos meses de inverno, até porque é um prato pesado», refere. Sem grandes ambições no concurso, onde atualmente ocupa o 93º lugar entre mais de 700 participantes, o “feedback” do prato chega pelos clientes habituais: «Não tivemos mais procura por causa da votação, mas quem prova gosta muito», garante o “chef”, confessando que «participámos por brincadeira e pela amizade que temos com o vendedor, não para ganhar alguma coisa». Há clientes que dizem já ter votado no arroz de bucho da Pensão Aliança, mas «o voto não é fácil e comentam que podia ser mais simples, pois têm de fazer cinco ou seis passos para votar», refere Ricardo Carola. Ainda assim, estas iniciativas são importantes para animar os estabelecimentos, já que «ajuda a divulgar os restaurantes e, por vezes, precisamos de incentivos para tentar coisas novas», sustenta. E o arroz de bucho da Guarda é para manter no menu: «Vamos experimentar uns meses para ver a aceitação, se os turistas também aderem», afirma o cozinheiro. O prato encontra-se atualmente em terceiro lugar no distrito da Guarda, com 52 votos, seguindo-se o arroz de carqueja do restaurante Manjar da Serra (Seia), com 68 votos (72º classificado geral), e o arroz de pato divinal, do Divinos (40º classificado), na capital de distrito, com 112 votos. Já na Cova da Beira o “pódio” é composto pelo arroz exótico do restaurante As Tílias, que tem 148 votos e ocupa o 29º lugar na classificação global, apenas ultrapassado pelo arroz de espigos com mouro d’A Casa do Castelo (Belmonte), com 233 votos (13º lugar), e pelo arroz de zimbro do “Ti Manel”, do Varanda da Estrela (Covilhã), com 322 votos (11º lugar). Pode votar no “Melhor Arroz de Portugal” em www.facebook.com/melhorarrozdeportugal ou http://melhorarrozdeportugal.pt.




Conteúdo Recomendado