Valhelhas, Loriga e Vale do Rossim calssificadas como praias fluviais de “ouro”

A Quercus classifica de ’Praias com Qualidade de Ouro’ as zonas balneares portuguesas em que as águas apresentam melhores resultados em termos de qualidade.

Este ano, foram distinguidas 396 praias com Qualidade de Ouro, 351 zonas balneares costeiras, 9 de transição, e 36 interiores.

Segundo a Quercus, “este contributo de caráter ambiental que fazem  anualmente, pretende criar e motivar os Municípios Portugueses a construírem e dinamizarem uma cultura de desempenho ambiental consolidado, com reflexos na qualidade da água balnear, mas que naturalmente a montante necessita de atitudes e planeamento direcionado para a sustentabilidade e educação ambiental.”

Pelos critérios estabelecidos pela Quercus – Associação Nacional de Conservação da Natureza, as águas balneares em Portugal classificadas como tendo qualidade de ouro, têm como base a informação pública oficial, disponibilizada pela Agência Portuguesa do Ambiente (SNIRH – http://snirh.pt/).

 A Quercus identificou assim, em 2017, 396 praias com qualidade de ouro em Portugal – mais 14 que no ano anterior; 339 praias em Portugal continental, 38 na Região Autónoma dos Açores, e 19 na Região Autónoma da Madeira. Em relação ao ano de 2016, este ano temos igual número de praias interiores, mais uma praia de transição, e 13 praias costeiras.

O objetivo da Quercus é realçar as praias que ao longo de vários anos (cinco), apresentam sistematicamente uma água balnear de qualidade excelente (tendo em conta a classificação da legislação em vigor), e que, nesse sentido, oferecem assim uma maior fiabilidade no que respeita à qualidade da água.

Ficam de fora desta lista as águas balneares cuja classificação abranja menos de cinco anos e aquelas que só mais recentemente viram resolvidos os seus problemas de poluição ou onde se tenha verificado na última época balnear uma qualquer análise de qualidade inferior à estabelecida como mínimo pela Quercus.

Consulte aqui a Listagem das praias com qualidade de ouro 2017.




Conteúdo Recomendado