Proteção Civil recebe mais 10 helicópteros para combater incêndios

Duas das aeronaves vão ficar sediadas nos centros de meios aéreos da Guarda e Castelo Branco, respetivamente.

O Tribunal de Contas autorizou esta quinta-feira a contratação de dez helicópteros de combate a incêndios florestais, aparelhos que vão estar disponíveis durante o ano inteiro.

“Foi visado hoje [quinta-feira] em sessão diária de visto, o contrato relativo ao aluguer de dez helicópteros”, refere o Tribunal de Contas numa resposta enviada à agência Lusa.

“O Tribunal de Contas concedeu hoje [ontem], dia 10 de maio, o visto correspondente ao contrato de locação de 10 helicópteros ligeiros de combate a incêndios”, pode ler-se num comunicado enviado às redacções pelo MAI.

O Tribunal de Contas adianta que este contrato se destina ao período de 1 de maio de 2018 a 31 de dezembro de 2019.

Estes dez aparelhos ligeiros aguardavam o visto do Tribunal de Contas e já deviam estar a operar desde o início do mês de maio.

As 10 aeronaves vão ficar sediadas nos centros de meios aéreos de Vale de Cambra, Fafe, Macedo de Cavaleiros, Castelo Branco, Lousã, Monchique, Guarda, Baltar, Sardoal e Arcos de Valdevez.



Conteúdo Recomendado