Projeto sensibiliza crianças e jovens de Gouveia para questões ambientais

A capacitação de crianças e jovens do concelho de Gouveia para a cidadania ativa em matéria ambiental é o principal objetivo do projeto ECOCIDADANIA, que vai ser promovido pelo GAF – Grupo Aprender em Festa.

O projeto, apresentado publicamente no auditório da Biblioteca Municipal Vergílio Ferreira, em Gouveia, foi selecionado pelo Programa Cidadãos Ativ@s, componente do EEA Grants, financiado pela Islândia, Liechtenstein e Noruega, gerido por um consórcio entre a Fundação Calouste Gulbenkian (Lisboa) e a Fundação Bissaya Barreto (Coimbra).

Segundo o GAF, o projeto tem como objetivo principal “capacitar crianças e jovens para a cidadania ativa, participação e intervenção, a nível local, em matéria do ambiente, biodiversidade e desenvolvimento sustentável”, e pretende ainda “envolver e mobilizar as famílias, comunidade em geral e entidades públicas e privadas para agir em prol da preservação do património natural do território”.

Rui da Eufrásia, presidente do GAF, disse à agência Lusa que com o ECOCIDADANIA, que vai ser desenvolvido até fevereiro de 2021, os promotores pretendem que as questões ambientais sejam “uma preocupação diária”.

“Porque só desta forma é que nós conseguimos fazer uma mudança naquilo que está a surgir à nossa volta em termos de alterações climáticas que nos prejudicam hoje e que, no futuro, serão dramáticas”, justificou.

Segundo o responsável, o GAF abraçou o projeto por considerar que o futuro passa “um bocadinho” pelo trabalho com “a Escola, a comunidade, a cidadania, mas numa dimensão ambiental e de sustentabilidade, que é extremamente importante”.

Rui da Eufrásia deseja que com a iniciativa surjam ecocomunidades no concelho de Gouveia, localizado na Serra da Estrela, no distrito da Guarda.

O ECOCIDADANIA tem como público-alvo crianças e jovens com idades entre os 06 e os 20 anos.

Segundo a sua gestora, Isabel Silva, o programa deverá arrancar com o envolvimento de 20 jovens “que sejam elementos proativos” e que “agarram verdadeiramente” o projeto.

No entanto, a responsável vaticina que “depois desses 20 possam vir outros mais, que se possam aliar às dinâmicas, aos princípios e à missão do próprio projeto e levá-lo mais longe”.

O projeto dispõe de um financiamento global da ordem dos 108 mil euros.

Durante a sua execução serão realizadas, entre outras, atividades formativas, saídas de campo, oficinas, ações de sensibilização e de dinamização comunitária, indicou a responsável.

O ECOCIDADANIA é desenvolvido pelo GAF e tem como parceiros o Centro de Ecologia, Recuperação e Vigilância de Animais Selvagens (CERVAS), o Agrupamento de Escolas de Gouveia, o Instituto de Gouveia – Escola Profissional, o Município de Gouveia e a Tøyen Unlimited, uma organização não-governamental Norueguesa.



Conteúdo Recomendado