Projecto de sensibilização ambiental pretende mobilizar comunidade escolar

Resid’Art – 1ª Bienal de Arte Jovem na Guarda Foi apresentada recentemente a “RESID’ART – 1ª Bienal de Arte Jovem na Guarda”, um projecto de sensibilização ambiental que pretende mobilizar a comunidade estudantil na Região Centro.   A apresentação foi feita em Dezembro, no Salão Nobre do Governo Civil da Guarda, com a presença de […]

Resid’Art – 1ª Bienal de Arte Jovem na Guarda

Foi apresentada recentemente a “RESID’ART – 1ª Bienal de Arte Jovem na Guarda”, um projecto de sensibilização ambiental que pretende mobilizar a comunidade estudantil na Região Centro.
 
A apresentação foi feita em Dezembro, no Salão Nobre do Governo Civil da Guarda, com a presença de Maria do Carmo Borges, Governadora Civil, Miguel Nascimento, Director Regional do Centro do Instituto Português da Juventude (IPJ), e Paula Teixeira, presidente da Associação de Formação Ambiental e Florestal (AFAF).
 
Este projecto, que resulta de uma parceria protocolada entre a Direcção Regional do Centro do Instituto Português da Juventude, Governo Civil do Distrito da Guarda e Associação de Formação Ambiental e Florestal (AFAF), tem por objectivo sensibilizar os cidadãos para a sua participação individual partindo da ideia que a Terra constitui um bem comum.
 
Projecto dirigido a alunos
 
O projecto pedagógico destina-se a alunos que se encontrem na faixa etária entre os 10 e os 12 anos (uma turma por município), pertencentes às instituições de ensino que abordem a temática dos projectos nos seus programas curriculares, envolvendo instituições de desenvolvimento local e prevendo a sensibilização da comunidade em geral.
 
Os objectivos gerais do projecto são: promover a cooperação e o trabalho de grupo; desenvolver uma participação activa na sociedade; incutir o espírito de responsabilidade; promover actividades de desenvolvimento intelectual e de criatividade; desenvolver atitudes de respeito pelo ambiente e recursos naturais, através de uma estratégia eficaz de implementação da regra dos 3 R’S. Alertar para os perigos da poluição com base nos RSU (Resíduos Sólidos Urbanos), alertar para a necessidade de viver num planeta saudável, comparar situações de poluição extrema com realidades menos complexas, criar uma acção participada em torno de toda a comunidade e implementar medidas minimizadoras do acréscimo de RSU em meio natural são os objectivos específicos.
 
Três fases: divulgação, concepção de trabalhos pelas escolas aderentes e organização de mostra ambiente
 
Para a concretização do projecto haverá, numa primeira fase, iniciativas de divulgação junto das instituições destinatárias (com destaque para o regulamento de participação) e acções de sensibilização ambiental (ao abrigo do tema e objectivos do projecto), junto das instituições aderentes, com evidência para as características dos trabalhos a serem produzidos (esculturas a 3 dimensões com base no aproveitamento de materiais e que evidenciem a intenção de defesa dos recursos naturais através da implementação da regra dos 3 R’S).
 
Seguem-se a concepção e produção dos trabalhos pelas escolas aderentes e, mais tarde, a organização e dinamização de uma mostra ambiente, com base nos trabalhos concebidos, aberta à população em geral e envolvendo todos os participantes no projecto. Daqui sairá a eleição da escultura premiada e haverá a atribuição de um prémio de participação.



Conteúdo Recomendado