Plantação de cerca de 500 medronheiros em freguesia de Seia

O Movimento de Cidadãos por uma Estrela Viva vai plantar no sábado uma ação de reflorestação na freguesia de Vide, uma zona do concelho de Seia.

O Movimento de Cidadãos por Uma Estrela Viva vai realizar, no próximo sábado, dia 2 de março, mais uma ação de reflorestação intitulada “VIDE que te quero VERDE”, a ter lugar na freguesia de Vide, em Seia. Na ação de reflorestação serão plantados medronheiros, pois são uma espécie autóctone da região, que se adaptam bem a diferentes solos e climas, resistem bem à seca, a altitudes elevadas e têm grande capacidade de regeneração após incêndios, refere fonte da organização.

A concentração dos participantes está marcada para as 14h30, no Largo da Feira, em Vide, e, ao longo da tarde, é esperada a plantação de 400 a 500 medronheiros e quase uma centena de sobreiros numa das encostas sobranceiras à aldeia. A organização entrega também cerca de uma centena de freixos e 150 carvalhos alvarinho a uma comunidade local e ao CISE, respetivamente, para posterior plantação. No final da atividade, haverá um lanche comunitário na sede da União de Freguesias de Vide e Cabeça.

A atividade, gratuita, é aberta à participação de voluntários e a organização recomenda o uso de roupa e calçado adequado e luvas de jardinagem. Para participar é necessário preencher o formulário de inscrição e comparecer, no dia 2 de março, pelas 14h30, no Largo da Feira, em Vide.

A ação de reflorestação “VIDE que te quero VERDE” é organizada pelo Movimento de Cidadãos por Uma Estrela Viva em parceria com a União de Freguesias de Vide e Cabeça e o Conselho Directivo dos Baldios da Freguesia de Vide.   

 

 

Sobre a Freguesia de Vide

A Freguesia da Vide, situada no vale da Ribeira de Alvoco, limite sul do concelho de Seia, na transição da Serra da Estrela para a Serra do Açor, é a freguesia mais afastada da sede de concelho e por isso sujeita a forte isolamento.

Ocupa uma vasta área, sendo a maior freguesia do concelho de Seia e, apesar da sua importância histórica, tem vindo a perder população a ritmo acelerado ao longo das últimas décadas. Dos mais de 3 000 habitantes na década de 50, não restam hoje mais de 200.

A aldeia de Vide é baseada na produção agropecuária tradicional de oliveira, milho, centeio e batata, e na exploração da floresta nativa como o castanheiro, sobreiro e azinheira – árvores originais, mas também medronho e cogumelos.

 




Conteúdo Recomendado