PJ detém duas mulheres após morte de criança de sete anos na Guarda

As detidas vão ser hoje presentes às competentes autoridades judiciárias, para primeiro interrogatório e eventual submissão a adequadas medidas de coação, indica a PJ.

A Polícia Judiciária (PJ) anunciou hoje a detenção de duas mulheres, de 49 e 28 anos, suspeitas dos crimes de violência doméstica e exposição ou abandono agravado pelo resultado da morte de um menino de sete anos, na Guarda.

O Departamento de Investigação Criminal da PJ da Guarda refere em comunicado que uma das mulheres é a mãe da criança que, na tarde de sábado, caiu do terceiro andar de um prédio e morreu.

A fonte refere que a mãe é suspeita da “prática reiterada dos crimes de violência doméstica e de exposição ou abandono”, agravado pelo resultado da morte da criança, e a segunda mulher é “também suspeita da prática deste segundo tipo criminal”.

“Os crimes ocorreram ao longo de vários meses a esta parte, tendo culminado na queda mortal do referido menor desde a varanda do terceiro andar de um prédio, em regime de propriedade horizontal, destinado a habitação, localizado na cidade da Guarda”, acrescenta.

As detidas vão ser hoje presentes às competentes autoridades judiciárias, para primeiro interrogatório e eventual submissão a adequadas medidas de coação, indica a PJ.



Conteúdo Recomendado