Pinhel associou-se à Resistrela numa Campanha de Recolha de Bens a favor de Moçambique

Os donativos deverão ser entregues até à próxima quarta-feira, dia 3 de abril.

O Município de Pinhel associa-se à Resiestrela no sentido de levar a efeito uma Campanha de Recolha de Bens de primeira necessidade a favor de Moçambique, refere uma nota informativa.

Os bens recolhidos serão encaminhados para a HELPO, uma ONG que está há muito tempo em Moçambique, país onde desenvolve projetos relacionados com a infância e a saúde materno-infantil. Na sequência do rasto de destruição deixado pela passagem do Ciclone Idai, Moçambique enfrenta neste momento uma grave situação de carência de bens de primeira necessidade. Face à urgência da situação, o prazo da campanha promovida pelo Município de Pinhel e pela Resiestrela é necessariamente muito curto, acrescenta a mesma fonte.

Até dia 3 de abril (próxima quarta-feira), aceitam-se donativos, de preferência os indicados, nomeadamente, roupa de bebé e criança (até aos 5 anos); fraldas de pano; mantas do tipo polar; farinhas lácteas e não lácteas; leite em pó etapas 1 e 2; sabão e lixívia, enlatados e alimentos não perecíveis (feijão, grão, arroz, massa, óleo, açúcar e frutos secos).

Os bens podem ser entregues: Câmara Municipal de Pinhel (recepção); Gabinete de Ação Social do Município de Pinhel (edifício frente ao Tribunal); Agrupamento de Escolas de Pinhel (Jardim de Infância, Escolas do 1º Ciclo, 2º Ciclo e Secundária); Jardim de Infância da Santa Casa da Misericórdia de Pinhel e Centro de Saúde de Pinhel.




Conteúdo Recomendado