Parque de Merendas em Videmonte vence orçamento participativo na Guarda

O projeto de um Parque de Merendas na Quinta da Taberna, na Freguesia de Videmonte, na área do Parque Natural da Serra da Estrela, foi o vencedor da edição 2017 do orçamento participativo do Município da Guarda.

O anúncio da proposta mais votada, que vai ser apoiada com uma verba de 150 mil euros, foi feito esta segunda-feira pelo presidente da Câmara Municipal da Guarda, Álvaro Amaro, durante uma sessão realizada na sala António de Almeida Santos, nos Paços do Concelho.

Segundo o autarca, o orçamento participativo registou um total de 31 propostas, tendo sido validadas 12, que depois foram votadas pelos munícipes.

Do total de 2.748 votos, o projeto vencedor, apresentado pela Junta de Freguesia de Videmonte, obteve 780.

Álvaro Amaro disse aos jornalistas que o projeto do Parque de Merendas da Quinta da Taberna vai permitir a requalificação ambiental de uma “zona bonita” e “valoriza” a ruralidade do concelho da Guarda.

“Aqui temos mais uma possibilidade de ligarmos a Guarda à Serra da Estrela que eu acho que é um objetivo estratégico”, disse.

Com o projeto que foi vencedor, a entidade proponente pretende “criar as melhores condições a todos os que utilizam o rio Mondego, criando infraestruturas como sanitários com água potável, bar, mesas, plantação de árvores para sombra, passadiços e vedação em madeira para acesso ao açude desmontável, outros passeios e parque de estacionamento”.

O presidente da Junta de Freguesia de Videmonte, Afonso Proença, disse à agência Lusa que a obra do Parque de Merendas “é para começar a ser executada com a máxima urgência, para estar feita até ao fim do ano”.

O complexo de lazer deverá ocupar uma área de terreno com cerca de um hectare, junto do rio Mondego, um local onde a autarquia já investiu “cerca de 50 mil euros” em obras no açude.

A sua criação constituirá “um atrativo muito grande” para a zona, pois o autarca de Videmonte sublinha que o espaço “não é só para a Freguesia, é para todas as pessoas do concelho da Guarda”.

Na mesma sessão, o presidente da autarquia da Guarda procedeu à entrega do valor de 50% do subsídio de 458 mil euros que este ano foi destinado para as cerca de 100 associações culturais, desportivas e sociais do concelho.

Com a atribuição dos apoios iniciados em 2015, Álvaro Amaro sublinha que as associações “sabem com o que contam” e com base em critérios “muito claros”, que constam de um regulamento municipal que foi criado para o efeito.

A restante verba será entregue em cerimónia a realizar no mês de julho.



Conteúdo Recomendado