Paris recebe o 1º Convívio de Emigrantes de Aguiar da Beira

No próximo domingo, dia 21 de outubro, realiza-se o 1º Convívio de Emigrantes do Concelho de Aguiar da Beira em Saint-Denis, arredores de Paris.

No próximo dia 21 de outubro, Paris recebe o primeiro Encontro de emigrantes do Concelho de Aguiar da Beira, com o objetivo de “acentuar a proximidade aos emigrantes” e “promover o território” deste município do distrito da Guarda, como refere uma nota da organização.

A Associação de Trabalhadores Portugueses de Pierrefitte-sur-Seine, em Saint-Denis (Paris), região onde existe uma forte presença da comunidade emigrante aguiarense, vai acolher o 1º Convívio do Concelho de Aguiar da Beira em França.

Altino Pinto, coordenador do CLDS 3G Aguiar no Coração, espera “um momento histórico e emocionante, à semelhança do que aconteceu no mês passado em Aigle, no 1º Convívio do Concelho de Aguiar da Beira na Suíça. Estão inscritas 250 pessoas”.

A festa inicia às 10 horas, com a receção aos participantes. Durante o período da manhã, haverá iniciativas de promoção do Concelho, nomeadamente exposição de empresas, serviços e produtos. Durante a tarde, pelas haverá uma ação de sensibilização, intitulada “Embaixadores de Aguiar da Beira”. Por volta das 16 horas haverá música ao vivo e o encontro termina com uma degustação de produtos oriundos de Aguiar da Beira.

Este encontro, promovido pelo CLDS 3G Aguiar no Coração, tem o objetivo “promover o contacto entre empresários do Concelho de Aguiar da Beira e empresários oriundos desta região radicados em França, com o objetivo de estreitar laços e estabelecer parcerias comerciais com a comunidade emigrante, podendo no futuro originar algumas oportunidades de negócio e de intercâmbio”.

Nesse sentido, “o evento apresenta um espaço de promoção e exposição de empresas, serviços e produtos do concelho e uma ação de sensibilização “Embaixadores de Aguiar da Beira”, com a distribuição de um cartão de embaixador, incentivando cada aguiarense a promover e a continuar a contribuir para o desenvolvimento do seu território”, refere a organização.




Conteúdo Recomendado