Museu do Côa na estreia televisiva “Atelier d´Arquitetura” na RTP2

Trata-se de uma série documental sobre arquitetura portuguesa contemporânea que será emitida semanalmente a partir do dia 7 de abril.

Uma série documental com 26 episódios sobre arquitetura portuguesa contemporânea, da autoria de Victor Neves e Carlos Lopes, vai estrear-se a 7 de abril na RTP2, anunciou o canal público de televisão, em Lisboa.

Intitulada “Atelier d´Arquitetura”, a série tem estreia prevista para as 23 horas e será emitida semanalmente, começando pelo Museu Côa, localizado em Vila Nova de Foz Côa, distrito da Guarda, inaugurado em 2010 para apresentar uma visão da arte rupestre do vale.

Os objetivos da série documental são mostrar “um olhar” sobre as “reais incidências” da arquitetura “na sociedade portuguesa atual, tendo como atores os arquitetos mas também os usuários”, de acordo com o projeto divulgado pela RTP2.

Os autores vão sublinhar “uma especial ligação com as artes visuais e com o design, e procuram contrariar o modelo habitual de um roteiro sobre uma ou várias obras, de um arquiteto ou de um grupo de projetistas”.

“Em antítese, pretendem focar mais a escala do detalhe e do seu potencial estético em sinergia com a forma, som, imagens e pessoas, no contexto da arquitetura, do objeto e do espaço urbano”, segundo a RTP2.

Os temas abordados nos diferentes documentários da série “Atelier d’arquitetura”, com a duração de 25 minutos, vão desde obras específicas, como por exemplo a nova sede da EDP em Lisboa ou o novo Terminal de Cruzeiros de Lisboa.

Também vão abordar o design feito por arquitetos, a arquitetura do betão ou da pedra, os novos desafios do azulejo na arquitetura, com os arquipélagos da Madeira e dos Açores a estarem também presentes nesta série documental.

Na mesma linha, os ateliês dos arquitetos vão ser tema de dois documentários, retratando a vida interna desses espaços, as rotinas dos arquitetos e os seus ambientes do dia-a-dia.

Álvaro Siza, Eduardo Souto Moura, Gonçalo Byrne, Patrícia Barbas, João Luís Carrilho da Graça, José Manuel Carvalho Araújo, Miguel Arruda, João Mendes Ribeiro, Camilo Rebelo, Tiago Pimentel serão arquitetos alvo deste programa.

Os Espacialistas, Cannatà e Fernandes, os ARX, o atelier SAMI e a ceramista Maria Ana Vaz da Costa serão também alguns dos protagonistas dos episódios.

A série vai ainda divulgar entrevistas a historiadores, escritores, engenheiros, sociólogos, arquitetos paisagistas e os usuários dos projetos.

A série tem produção da empresa Até ao Fim do Mundo, e a revista ARQA-Arquitetura e Arte entraram também na parceira deste projeto, dando apoio à produção para a seleção de conteúdos.

No primeiro programa, sobre o Museu do Côa, participam os autores do projeto, o arquiteto Camilo Rebelo, o arquiteto Tiago Pimentel, o diretor do espaço museológico e arqueólogo António Batarda Fernandes.




Conteúdo Recomendado