Município da Covilhã apresenta “Industrial – Encontros com a Cidade Fábrica”

A cidade da Covilhã marca encontro com o seu património industrial no âmbito da iniciativa “Industrial – Encontros com a Cidade Fábrica”, realizada nos próximos dias 5 a 8 de novembro.

Este evento conta com a organização da Câmara Municipal da Covilhã e com o apoio e colaboração da Direção Regional de Cultura do Centro (DRCC), do Instituto de História Contemporânea Economia, Sociedade, Património e Inovação (ESPI) e da Universidade da Beira Interior.
A edição deste ano sofreu um adiamento da data originalmente prevista e consequentes alterações à programação inicial, devido à atual situação pandémica.
Ainda assim, a organização do evento mantém o seu principal objetivo de estabelecer uma ligação entre as várias artes e a história rica da Covilhã enquanto “cidade fábrica”, valorizando o património industrial que é uma referência para a identidade da cidade e motivar a população, em especial as camadas jovens, para a descoberta do mesmo.
O programa oficial inclui a realização de conferências e espetáculos, tal como se apresenta em seguida:

Dia 5 de novembro (quinta-feira)
9h00 às 17h – DRCC Conferência Internacional Cultura Território e Desenvolvimento | Estruturas de Criatividade – conferência organizada com o intuito de: promover debates sobre o papel da cultura no desenvolvimento dos territórios; fomentar a criação de estruturas facilitadoras da criatividade nos territórios e junto das comunidades; desenvolver ecossistemas culturais e criativos alargados e resilientes e formular estratégias e políticas culturais sendo dirigido a operadores culturais e criativos, autoridades locais e regionais e ao setor privado, bem como a todos os atores envolvidos no planeamento regional e local.
Local: New Hand Lab

Dia 6 de novembro (sexta-feira)
9h00 às 16h – DRCC Conferência Internacional Cultura Território e Desenvolvimento | Estruturas de Criatividade (continuação do primeiro dia)
Local: New Hand Lab

21h30 – Concerto de Cláudia Pascoal – uma das mais promissoras artistas do panorama musical português. Venceu o Festival da Canção, há dois anos, depois de variadas experiências em programas televisivos como “Ídolos”, “Fator X” e “The Voice”. A jovem artista está a iniciar agora uma carreira musical, tendo lançado em março deste ano o seu primeiro álbum, intitulado “!”. Com uma excelente receção por parte de público e crítica, esta primeira obra contou com uma verdadeira equipa de luxo, destacando-se os nomes de Tiago Bettencourt na produção, David Fonseca, Samuel Úria, Joana Espadinha e um surpreendente Nuno Markl com participações especiais.
Local: Grande Auditório da Faculdade de Ciências da Saúde da Universidade da Beira Interior.
Bilhetes: link.cm-covilha.pt/claudiapascoal

Dia 7 de novembro (sábado)
9h30 – Cultura e Património Industrial – com destaque para os temas: Conservação e Reutilização do Património Industrial; Paisagens Culturais do Património Industrial e (Re)Interpretação da Cultura Industrial. Contará com a participação de Elisa Pinheiro, Fernanda Rollo (Nova FCSH) em intervenção online e Filomena Pinheiro (Turismo de Portugal).

11h00 – Arte e Património Industrial – ênfase para as temáticas: Funções da Arte na Paisagem Urbana; a Arte Pública ou Arte no Espaço Público e Design e Rotas Turísticas. Terá a presença de Alexandra Alves (Turismo Industrial de São João da Madeira), Lara Seixo Rodrigues (Wool) e Paulo Pires do Vale (Comissário do Plano Nacional das Artes).
Ambas as conferências terão como moderadores Patrícia Figueiredo da SIC e Paulo Braz da RTP.

14h30 – Apresentação de Boas Práticas – com foco central nas questões associadas aos museus e centros interpretativos bem como projetos e rotas turísticas centrados no Património Industrial. Contará com a participação de Carlos Filipe (Rota do Mármore), Joana Galhano (Museus do Calçado e da Chapelaria de São João da Madeira) e Rita Salvado (Museu dos Lanifícios da Covilhã) que terá uma intervenção online.
Local: New Hand Lab

21h30 – Companhia Kayzer Ballet apresenta “Gala de Bailado” – a primeira companhia jovem profissional portuguesa de dança, sediada na Covilhã, que tem como objetivo providenciar oportunidades para jovens bailarinos que pretendem lançar as suas carreiras após concluírem o seu treino e formação artística, vai apresentar uma verdadeira “Gala de Bailado” repleta de arte e surpresas.
Local: Grande Auditório da Faculdade de Ciências da Saúde da Universidade da Beira Interior
Bilhetes: link.cm-covilha.pt/kayzerballet

Dia 8 de novembro (domingo)
9h30 – Passeio Cultural pelos Núcleos das Ribeiras da Carpinteira e Degoldra, passando ainda pelo Museu de Lanifícios, Centro Histórico e Artes Urbanas.

A Câmara Municipal da Covilhã irá certificar-se que serão cumpridas todas as recomendações impostas pela Direção-Geral de Saúde pelo que os espetáculos terão uma lotação limitada a 1/3 da capacidade total da sala e será necessário proceder a uma reserva prévia de bilhetes. A autarquia informa também que é obrigatório o uso de máscara por parte de todos no decorrer das atividades.



Conteúdo Recomendado