Indivíduo detido por crime de caça

Grupo Territorial da GNR da Guarda No período de 17 a 23 de Novembro, o Grupo Territorial da GNR da Guarda registou 51 ocorrências criminais, sendo 21 furtos: 1 furto de veículo, 2 em veículo, 2 furtos em estabelecimentos comerciais, 3 furtos em residências e 13 outros furtos.   Foram detidos 5 indivíduos sendo, 1 […]

Grupo Territorial da GNR da Guarda

No período de 17 a 23 de Novembro, o Grupo Territorial da GNR da Guarda registou 51 ocorrências criminais, sendo 21 furtos: 1 furto de veículo, 2 em veículo, 2 furtos em estabelecimentos comerciais, 3 furtos em residências e 13 outros furtos.
 
Foram detidos 5 indivíduos sendo, 1 por condução sob efeito do álcool, 1 por condução ilegal, 1 por crime de desobediência, 1 por crime de caça e 1 por outros crimes contra a propriedade. No dia 23 de Novembro, no âmbito de uma fiscalização de caça, a Equipa Florestal do Destacamento Territorial da GNR de Pinhel deteve um indivíduo por crime de caça e apreendeu um chamariz.
 
No dia 19 de Novembro, o Posto de Territorial de Seia em conjunto com a Câmara Municipal de Seia, levou a efeito uma operação de recolha de canídeos no concelho, tendo sido elaborados 6 autos de contra-ordenação. No mesmo período, foram registados 19 acidentes de viação, sendo 14 por colisão e 5 por despiste, dos quais resultaram 13 feridos leves. A GNR também registou dois incêndios, sendo 1 incêndio florestal e outro numa casa de habitação.
 
Nos dias 17, 19 e 21 de Novembro, o Núcleos Escola Segura dos Destacamentos Territoriais da Guarda, Gouveia e Pinhel levaram a efeito, em várias escolas, acções de sensibilização no âmbito dos temas “Drogas lícitas e ilícitas e segurança no caminho casa e escola”, que foram presenciadas por 211 alunos, 9 professores e 2 auxiliares.
 
Nos dias 17, 19, 20, 21 e 22 de Novembro foram levadas a efeito acções de sensibilização, no âmbito do projecto “Apoio 65” nas freguesias de Gouveia, Seia, Vila Nova de Tázem, São Romão, St.ª Eulália, Valezim, Figueiró da Granja, Sabugueiro, Lagarinhos e Vila Cortês do Mondego, envolvendo cerca de 500 idosos.



Conteúdo Recomendado