Hotéis da Serra da Estrela com lotação esgotada para a passagem de ano

Os hotéis da Serra da Estrela estão com lotação esgotada ou praticamente esgotada para a passagem de ano, o que confirma esta zona do país como um dos destinos mais procurados na última noite do ano.

“É uma época extraordinária para a serra da Estrela e também para quem a visita, quer haja neve quer não. Estamos a falar da oportunidade de passar a passagem de ano num dos pontos mais altos e mais bonitos do país, com natureza, experiências e paisagens deslumbrantes”, disse, à agência Lusa, Carlos Santos, diretor-geral dos hotéis Luna na serra da Estrela.

Da oferta do grupo constam o Hotel da Serra da Estrela, os Chalés de Montanha e o Hotel dos Carqueijais, que em conjunto têm capacidade para cerca de 500 pessoas e onde se espera que, até ao final do ano, a taxa de ocupação fique entre os 95 a 100%.

“No Hotel Serra da Estrela estamos praticamente a 100%, nos chalés já passámos os 60% e nos Carqueijais estamos a 50%, mas a tradição diz-nos que devemos ficar perto da lotação esgotada”, sublinhou.

Este ano, o grupo optou por apresentar programas de duas noites, com artistas convidados e com um preço médio de 600 euros em quarto duplo, que pode variar de acordo com as opções de cada um.

O programa prevê um jantar especial, ceia e fogo-de-artifício e, no Hotel Serra da Estrela, a animação está a cargo do artista José Malhoa, enquanto Gabriell é o convidado especial do Hotel dos Carqueijais.

Este ano, o programa de duas noites para os chalés de montanha inclui jantar e almoço de fim de ano e o preço do chalé para seis pessoas ronda os 1.900 euros.

Na Pousada Serra da Estrela, que pertence ao grupo Pestana, o programa está preparado para três noites e custa 919 euros em quarto duplo.

Criada a partir da recuperação do antigo Sanatório dos Ferroviários, esta unidade irá dar as boas boas-vindas a 2020 com casa cheia. Na quinta-feira, ao final da manhã, as reservas já tinham atingido os 98%.

Com lotação esgotada “há bastante tempo”, está já Pousada da Juventude, que fica nas Penhas da Saúde e que para estes dias manteve os preços praticados nos restantes fins de semana de inverno, como referiu Pedro Farromba, presidente da Federação de Desportos de Inverno, entidade que detém a concessão deste espaço.

Entre o alojamento e os participantes do jantar, esta unidade receberá 120 pessoas, sendo que a participação na festa tem um custo extra de 50 euros e inclui animação, música, um jantar especial com gastronomia típica da região e fogo-de-artifício à meia-noite.

Sem vagas desde outubro, está o H2otel, em Unhais da Serra, Covilhã, que tem 90 quartos e cujo programa especial de fim de ano abrange três noites, com um preço médio de 740 euros por pessoa.

“Cerca de 50% das reservas são feitas de um ano para o outro e as restantes foram preenchidas logo na primeira semana, disse à agência Lusa Luís Veiga, administrador do grupo IMB.

Do mesmo grupo empresarial, o Puralã-Wool Valley Hotel & Spa, na Covilhã, que se afirma como o “hub” do destino Serra da Estrela, tinha um programa especial de duas noites com preço de 325 euros por pessoa, mas já não tem qualquer vaga para os 104 quartos.

Igual desempenho teve o Hotel Lusitânia, na Guarda, cujo programa de duas noites custava 250 euros, estando já com “lotação a 100%”, segundo referiu Luís Veiga.

Noutra das principais portas de entrada da Serra da Estrela está o Hotel Eurosol Seia Camelo, que receberá cerca de 170 pessoas na noite de passagem de ano, uma vez que já tem lotação esgotada.

“Este ano fechamos ainda mais cedo do que noutros anos. E em meados de novembro já estávamos completos, portanto estamos prontos para receber o primeiro dia do ano com muita alegria”, apontou o diretor daquela unidade, Miguel Camelo.

Como oferta especial, o hotel apostou em programas de pelo menos duas noites (420 euros em quarto duplo), que inclui a festa de fim de ano e alguns dos hóspedes optaram por estender a estadia por mais alguns dias para usufruírem da paisagem serrana.




Conteúdo Recomendado