Fornos de Algodres assinalou Dia Mundial da Floresta

O Município de Fornos de Algodres, em colaboração o Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), assinalou o Dia Internacional das Florestas com a plantação de um Carvalho Alvarinho (Quercus robur L.), em Fornos de Algodres.

Segundo a autarquia, “considerando que a floresta é um ativo de enorme relevância estratégica para o desenvolvimento económico e para a sustentabilidade ambiental, a plantação de uma árvore, oferecida pelo ICNF, é uma ação simbólica de assinalar a importância da temática: “Florestas saudáveis significam população saudável.”

A ação ocorreu no mesmo fim de semana que o Clube Recreativo de Vila-Chã, em parceria com Fundação Galp, a Associação Nacional de Empresas Florestais, Agrícolas e do Ambiente (ANEFA), a União de Freguesias de Cortiçô e Vila Chã e a Câmara Municipal de Fornos de Algodres realizaram a plantação de cerca de 1.400 árvores autóctones, na localidade de Vila-Chã.

Recorde-se que a 21 de novembro de 2019, num ação semelhante, ocorreu a reflorestação da encosta de Maceira, com a plantação de 1.000 árvores autóctones.

O Presidente da Câmara Municipal de Fornos de Algodres, Manuel Fonseca, presente na ação realçou que: “é importante a promoção da resiliência do nosso território e da valorização, de uma forma sustentável, do ativo “floresta”. Estas ações são apenas exemplos que, todos nós, no nosso dia-a-dia, devemos replicar.”

“Todas as ações levadas a cabo culminam na promoção a divulgação da importância da conservação das florestas naturais, contribuindo para a preservação e para a expansão das nossas espécies autóctones, fomentando assim a biodiversidade da floresta. Proteger a Floresta é, por isso, um dever de todos!”, acrescenta a autarquia.



Conteúdo Recomendado