Feira Medieval em Pinhel

No próximo fim de semana, a cidade de Pinhel vai recuar no tempo e viver três dias de grande animação ao estilo medieval.

Depois do êxito conquistado na estreia (em 2015) e reafirmado na segunda edição (2016), Pinhel aguarda com grande expetativa a terceira edição da Feira Medieval da Cidade Falcão – Guarda-Mor do Reino e Senhorios de Portugal, que irá decorrer de 2 a 4 de junho.

Partindo da grande praça central, frente aos Paços do Concelho, e prosseguindo pelas ruas do Centr Histórico, a Feira Medieval culminará junto ao Castelo de Pinhel, ex-libris da cidade.

Com cerca de 80 mercadores confirmados, serão bastante variados os atrativos deste fim de semana pautado por Manjares, Tabernas, Cortejos, Torneios, Teatro, Música, Dança, muita animação de rua e uma forte componente cénica baseada em referências históricas de Pinhel e da região.

Do vasto programa destes três dias, destaque ainda para a realização de uma Ceia Medieval que contará com cerca de 350 comensais (sábado, dia 3 de junho) e que, este ano, pela primeira vez, terá lugar junto ao Castelo.

E para que não falte vida e cor a este evento, importa ainda dizer que o Município de Pinhel vai providenciar trajes da época para quem queira vestir-se a rigor e ao estilo medieval.

Programa:
2 de junho | sexta-feira
14h00 – Abertura do Mercado
14h30 – Cortejo Medieval
(ruas e vielas da Cidade e final no Castelo)
– Boas vindas (Castelo)
16h00 – O Voo do Falcão (Praça) / Torneio de Tiro ao Arco (Castelo)
16h30 – As Grávidas (Entrada Principal)
17h00 – Música e Dança Oriental (ambulante)
17h30 – Os Faunos (ambulante)
18h00 – Passeios de Camelo
18h30 – Torneio Apeado (Castelo)
19h00 – Desfile da Serpente (Castelo)
19h30 – Petiscos e Gulodices nas Tabernas
20h00 – Danças Orientais e Músicos Ambulantes (Tabernas e Praças de Alimentação)
21h30 – Cânticos, Odes e Cantares (Tabernas)
22h00 – Torneio a Cavalo – A Batalha de Ervas Tenras (Praça Central)
Em 1194 é assinado um acordo de paz com D. Afonso IX de Leão, no qual D. Sancho I pede uma bula ao Papa mas, o acordo não é respeitado e dá-se um combate com os castelhanos…
22h30 – Músicos, Líricos e Trovadores (Praça alimentar e Castelo)
23h00 – Espetáculo de Fogo Mouro (Pelourinho)
00h00 – Encerramento do Mercado

3 de junho | sábado
10h00 – Abertura do Mercado
10h30 – As Meretrizes (ambulante)
11h00 – O Voo do Falcão (Praça)
Torneio de Tiro ao Arco (Castelo)
11h30 – Músicos, Líricos e Trovadores (ambulante)
Demonstração de Armas (Acampamento)
12h00 – Passeio da Serpente e Danças Orientais (Entrada Principal)
12h30 – Petiscos e Gulodices nas Tabernas
14h00 – Escaramuças nas Tabernas
14h30 – O Voo do Falcão (Entrada)
15h00 – Entrega da jurisdição de Pinhel aos Coutinhos
Os Coutinhos pedem que lhes seja entregue a jurisdição de Pinhel para que sejam reconhecidos pelo Rei, ao que este acede. Passam a ser cobradas e instaladas taxas até agora inexistentes. O povo mostra o seu desagrado, mas retira-se…
15h30 – Músicos, Líricos e Trovadores (ambulante)
16h00 – O Feitiço da Marioneta (ambulante)
16h30 – O Voo do Falcão (Entrada)
17h00 – Cânticos, Odes e Cantares (Entrada Principal)
17h30 – D. Beatriz e o Pajem (ambulante)
D. Beatriz chega a Pinhel com o seu Pajem para pedir escolta ao Marechal… (animação de rua)
18h00 – Músicos, Líricos e Trovadores (ambulante)
18h30 – Os Latrineiros (ambulante)
O Voo do Falcão (Entrada Principal)
19h00 – Artes Circenses e Malabarismos (Tabernas)
19h30 – Ceia Medieval (Castelo) (implica reserva prévia)
– Música na entrada da Ceia Medieval
20h00 – Petiscos e Gulodices nas Tabernas
21h00 – Os Cobradores de Impostos (ambulante)
Os cobradores cobram os novos impostos, apesar da dificuldade que sentem, no desagrado do povo…
21h30 – Danças Orientais com Serpentes (Entrada Principal)
22h00 – Música ambulante
22h30 – O Assalto à Torre
Com o Marechal fora de Pinhel, seu filho D. Henrique descobre que o povo está a organizar-se para assaltar a Torre que guarda o armamento militar, antecipando-se e frustrando o ataque popular…
23h30 – Espetáculo de Fogo (Castelo)
00h00 – Encerramento do Mercado

4 de junho | domingo
11h00 – Abertura do Mercado
11h30 – O Voo do Falcão (Entrada)
Malabares e Acrobacias (ambulante)
12h00 – Os Saques a Pinhel (ambulante)
Para castigo do povo, os Coutinhos mandam saquear a população, sem escrúpulos… (animação de rua)
12h30 – Petiscos e Gulodices nas Tabernas
14h00 – A Venda dos Saques (Praça Principal)
O que foi saqueado ao povo, é agora vendido em praça pública e a qualquer preço… (animação de rua)
14h30 – O Voo do Falcão (Castelo)
15h00 – Os Druidas (ambulante)
15h30 – Músicos, Líricos e Trovadores (ambulante)
16h00 – A Retoma da Cidade do Falcão pelo Rei (Castelo)
Instalada a crise em Pinhel, o Juiz Pero Machado sente-se pelo povo e faz o julgamento dos Coutinhos. Sentenciados culpados, obriga-os a pagar pelos saques. Pinhel é novamente entregue ao Rei! O povo festeja desalmadamente com danças e folias…
16h30 – Danças Medievais (Entrada Principal)
17h00 – Os Latrineiros (ambulante)
17h30 – Cortejo de toda a comitiva e da animação (Entrada Principal até ao Castelo)
18h00 – Espetáculo de Encerramento (Castelo)
19h00 – Encerramento do Mercado

Os destaques da programação são referências históricas e fazem parte da história de Pinhel e da região.

Feira Medieval "A Cidade do Falcão" | 2, 3 e 4 de junho | Pinhel



Conteúdo Recomendado