Exposição sobre a arte rupestre da Valcamónica em Mêda

A sala de exposições da Casa Municipal da Cultura de Mêda acolhe, até ao dia 30, uma exposição intitulada “Gravado no Tempo – a arte rupestre da Valcamónica”.

“A Valcamónica, com mais de 50 sítios, 2.500 rochas gravadas e um número para cima das 250.000 figuras, é hoje uma das áreas mais importantes da arqueologia italiana e da arte rupestre ao ar livre em toda a Europa”, referem os organizadores da mostra.

A fonte refere que Valcamónica, inserida na lista do Património Mundial da Unesco desde 1994, é todos os anos “visitada por dezenas de milhares de pessoas”, de todas as partes do Mundo, mas, em Portugal, “o seu nome é quase só exclusivamente conhecido pelos especialistas”.

A exposição tem como objetivo dar a conhecer ao grande público aquele “tesouro” pré-histórico.




Conteúdo Recomendado