Espetáculo inclusivo de dança apresentado no Teatro Municipal da Guarda

Na próxima sexta-feira, dia 15 de junho, o espetáculo será apresentado em sessão dupla, às 15 horas e às 21h30.

“Geração Soma” (corpo em movimento, corpo inclusivo, corpo a somar) é um projeto artístico na área da dança, inclusivo e social destinado a crianças e jovens do Ensino Básico, integrando também crianças com NEE (Necessidades Educativas Especiais) e os respetivos educadores (professores e pais), através da criação e prática artística, em simultâneo com o trabalho desenvolvido pela CiM – Companhia de Dança. Este projeto, que envolve ativamente a comunidade educativa da Guarda, pretende promover a reflexão e práticas para a inclusão pela Arte nas crianças em contexto escolar, pela exploração de novas estratégias e abordagens de integração a nível artístico, pedagógico, terapêutico e social, sensibilizando-as e aos seus educadores para a importância da arte como ferramenta no combate à exclusão social e de descoberta de novas aptidões, fomentando a auto-estima de forma continuada. Esta residência artística e de ensaios decorre ao longo de uma semana com as crianças dos dois Agrupamentos de Escolas da Guarda, envolvendo professoras, educadores e pais.

“Eu Maior”, espetáculo multidisciplinar, é a parte visível do trabalho desenvolvido com cerca de 25 crianças da Guarda (com e sem deficiência), oriundas de escolas dos dois Agrupamentos da cidade. “Eu Maior” explora a ideia de que cada pessoa, com as suas vulnerabilidades, tem dentro de si os superpoderes de um super-herói. O espetáculo conta com 4 bailarinos profissionais da CiM – Companhia de Dança. Este projeto é uma iniciativa da Vo’Arte/CiM – Companhia de Dança, desenvolvido no âmbito do programa PARTIS – Práticas Artísticas para a Inclusão Social com o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian – Programa Gulbenkian de Desenvolvimento Humano.

Os bilhetes têm um custo de 3 euros e podem ser adquiridos aqui.




Conteúdo Recomendado