Escola Superior de Turismo e Hotelaria de Seia recebe a fase regional do concurso “7 Maravilhas à Mesa”

Este ano, a organização das 7 Maravilhas de Portugal vai promover a eleição das 7 Maravilhas à Mesa, naquela que será a sétima eleição realizada em Portugal.

“Chegou a hora de elegermos alguns dos patrimónios mais apreciados pelos portugueses: a Gastronomia associada aos Vinhos e a Roteiros Turísticos. Vamos votar o prazer de estar à mesa e também o prazer de ir para lá, de lá chegar, de lá estar. Trata-se por isso de comer, de beber e de andar por roteiros turísticos, desfrutando do melhor que a vida tem para nos oferecer”, explicou Luís Segadães, presidente das 7 Maravilhas, no lançamento oficial do projeto, que decorreu em São Lourenço do Barrocal.

O projeto arrancou em novembro e as candidaturas encontram-se disponíveis no site oficial do evento, desta vez com o objetivo de formar mesas representativas das várias regiões do país.

“As candidaturas a concurso serão as ‘mesas’, mas num conceito alargado, que inclui o melhor que uma região tem para oferecer: os seus pratos, vinhos, pão, azeite ou queijos, mas também aquilo que pode ser experienciado, como um evento, uma adega, um lagar, um museu ou um percurso pedestre”, pode ler-se em comunicado.

Após fase de candidaturas, o processo segue o percurso de anos anteriores, com a votação de um painel de especialistas na lista longa de candidaturas, de onde vai resultar uma lista de 49 pré-finalistas, 7 de cada região. Todo o processo tem o acompanhamento e supervisão de um Conselho Científico e a votação é auditada pela PwC.

As “49 mesas pré-finalistas vão ser votadas pelo público, para eleger as 7 Maravilhas à Mesa, uma mesa por cada uma das 7 grandes regiões de Portugal, num roteiro único”, referem.

Este novo projeto conta com o Alto Patrocínio do Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, da Secretaria de Estado do Turismo, e da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, desenvolvido em parceria com a Associação de Municípios Portugueses do Vinho.

Escola Superior de Turismo e Hotelaria de Seia recebe a fase regional

O presidente do Instituto Politécnico da Guarda (IPG), Constantino Rei, referiu que este concurso pretende mostrar a gastronomia de todo o país, bem como promover o património ligado aos produtos endógenos de cada região. Constantino Rei vê aqui uma boa oportunidade para promover a Escola Superior de Turismo e Hotelaria do IPG, até porque a fase do concurso da zona centro vai realizar-se em Seia, naquela unidade de ensino Superior. O presidente do IPG realça a importância da realização deste evento na escola de superior de Turismo e Hotelaria, destacou ainda o envolvimento de profissionais da escola de Seia no júri do concurso.



Conteúdo Recomendado